Reformas de escolas da zona rural deve custar mais de R$ 2,2 milhões em Monção

Prefeita Claudia Silva

A prefeitura de Monção resolveu distribuir o dinheiro da educação do município com reformas das escolas da zona rural.

Duas empresas foram contratadas para realizarem os serviços, uma é de um aliado da prefeita Claudia Silva (PSDB), a RE9 materiais de construções de propriedade do em empresário Juriosmar Muniz Trindade, pelos serviços a empresa deve receber pouco mais de R$ 1.2 milhões.

A outra empresa responsável por fazer as reformas na zona rural é a ADM serviços sediada em São José de Ribamar e de propriedade do empresário Allysson Morais de Araújo que deve embolsar pouco mais de novecentos e trinta mil reais.

Os dois contratos ultrapassam os dois milhões e duzentos mil reais.

O grande problema é que a maioria das escolas da zona rural de Monção é de taipa. Uma das escolas de Taipa do município já até desabou deixando crianças dias sem estudar. Reveja, aqui.