Laudo aponta que criança não foi estuprada por ex-prefeito

O caso do ex-prefeito de Santa Luzia, Ilzemar Oliveira Dutra, que foi preso acusado de abusar de uma criança de três anos, teve uma importante reviravolta.

Um laudo do instituto médico legal aponta que não houve estupro, porém não há possibilidade de  descartar ato libidinoso diverso.

O que pode inocentar o ex-prefeito da acusação.

Ex-prefeito de Santa Luzia é preso acusado de estuprar criança de 3 anos

O ex-prefeito de Santa Luzia do Tide, Ilzemar Oliveira Dutra, o Zemar, foi preso em flagrante na noite de ontem (16), em São Luís.

A prisão ocorreu pela acusação de estupro de vulnerável envolvendo uma criança de 3 anos. O caso é acompanhado por delegadas da Casa da Mulher Brasileira.

De acordo com informações, a mãe denunciou na polícia após a criança se queixar de dores, inclusive, a menor chegou a realizar exame de corpo de delito no Instituto Médico-Legal (IML).

Equipes da Polícia Civil foram em buscar do ex-gestor para prendê-lo, mas o mesmo se apresentou na delegacia onde foi dado voz de prisão em flagrante.

Em Santa Luzia do Tide, Zemar foi prefeito por dois mandatos e aliou-se a atual prefeita da cidade França do Macaquinho.

A reportagem tentou contato com o advogado do ex-prefeito, mas não teve êxito. O espaço segue aberto para esclarecimentos.

Neto Ferreira