MP apura irregularidades em obras e licitações na gestão de Valmira Miranda

Prefeita de Colinas, Valmira Miranda

O Ministério Público do Maranhão por intermédio do promotor Aarão Carlos Lima Castro resolveu investigar a gestão da prefeita Valmira Miranda em Colinas.

Segundo apurou o blog do Werbeth Saraiva a promotoria expediu oficio à Prefeitura de Colinas-MA, para fornecer, no prazo de 10 (dez) dias, as informações de quais as obras que começaram a serem realizadas no ano de 2019, quais as empresas responsáveis em realizá-las, bem como todas as cópias das
licitações do ano em curso.

O Ministério Público deve apurar possíveis favorecimentos a empresas de pessoas ligadas a gestão Valmira.

O promotor vai fazer auditoria para constatar irregularidades nas obras e realização dos procedimentos licitatórios da prefeitura de Colinas-MA no ano de 2019.

Prefeita Valmira Miranda contrata construtora por quase R$ 3 milhões

 

Prefeita de Colinas, Valmira Miranda (PDT).

O município de Colinas administrado pela prefeita Valmira Miranda (PDT), vai gastar cifras exorbitantes com a contratação de uma construtora do município de São Felix das Balsas.

EEMA – EMPREENDIMENTOS DE ENGENHARIA DO MARANHÃO, é a grande vencedora do certame que tem como objeto execução de serviços de
engenharia de Recuperação de Estradas Vicinais, conforme Projeto Básico,
Planilha de Serviços/Orçamentária e condições do CONVÊNIO N° 874447/2018 –
MINISTÉRIO DA INTEGRAÇÃO NACIONAL, que ligam as seguintes localidades:
Trecho n” 1 – Recuperação de Estradas Vicinais, que ligam as localidades: Trecho 01
Sede da Cidade ao Povoado Laranjal – 18,79 km, Trecho 02 Povoado Laranjal ao
Povoado Assentamento do Pavio – 25,40 km. Trecho 03 Povoado São Joaquim a
Jenipapeiro – 25,40 km.

Pelos serviços a empresa dos sócios Raimundo Sergio Sousa Dutra, Norma Rodrigues Machado e Erik Goibeira Feques, deve receber R$: 2.926.298,65 (dois milhões
novecentos e vinte e seis mil duzentos e noventa e oito reais e sessenta e cinco centavos).

O prazo para execução dos serviços é de 360 (trezentos e sessenta) dias.

As estradas vicinais do município de Colinas, estão sendo recuperadas pelas própria prefeitura. O Ministério Público precisa investigar se não estar ocorrendo o serviço de venda de notas “frias” no município.