Contrato entre prefeita de Santa Luzia e empresa C.H da Silva é alvo de investigação

A prefeita de Santa Luzia, França do Macaquinho, é alvo de um inquérito que apura irregularidades em um contrato firmado com a empresa C.H. da Silva Eireli-ME.

O Ministério Público Estadual determinou que o secretário de Saúde apresente o processo licitatório que resultou na contratação da empresa e informe no prazo de quinze dias o número oficial de óbitos nesta cidade no ano de 2020.

A instituição também vai realizar uma inspeção na C.H.DA SILVA EIRELI-ME, especificando os proprietários, objeto, estrutura física da empresa, local, registro junto aos órgãos compet entes.

Santa Luzia: Contratação irregular de advogados pela prefeita vai parar no MP

A prefeita de Santa Luzia, França do Macaquinho, está sendo investigada após uma denúncia sobre supostas contratações de advogados de maneira irregular.

Segundo informações, as contratações estão ligadas ao EDITAL N.º 001/2021. Um procedimento administrativo foi instaurado para apurar as possíveis irregularidades.

O Ministério Público determinou que, no prazo de 10 dias, França do Macaquinho apresente informações acerca da contratação de advogados referentes ao EDITAL N.º 001/2021, especificando o nome dos advogados e justificando as contratações.

Santa Luzia: MP investiga compra de livros por França do Macaquinho

Em mais um contrato suspeito de irregularidade, a prefeita de Santa Luzia, França do Macaquinho, está sendo acusada de cometer irregularidades nos procedimentos licitatórios das compras dos livros escolares para os alunos do 02° ao 5° ano (pré-escolar e creche), realizados pela prefeitura nos anos de 2020 e 2021.

As compras foram efetuadas com a empresa São Luís Distribuidora de Livros Ltda, que também é investigada. As irregularidades foram apontadas no contrato nº 112/2021. O Ministério Público Estadual determinou que a empresa apresente o recebimento dos valores pagos pela prefeitura.

Santa Luzia: vereador denuncia contrato firmado entre França do Macaquinho e a empresa Alfa Prime

Um vereador do município de Santa Luzia denuncia a prefeita França do Macaquinho por supostas irregularidades em um contrato com a empresa Alfa Prime Intermediações e Empreendimentos Eirelli.

Ao tomar conhecimento do caso, o Ministério Público Estadual determinou que França do Macaquinho apresente informações a respeito do contrato com a empresa Alfa Prime, nos anos de 2020 e 2021, e encaminhe documentos comprobatórios, como, contrato e procedimentos licitatórios para análise.

França do Macaquinho e empresa de Santa Luzia são investigadas

A prefeita de Santa Luzia do Maranhão, França do Macaquinho (PP), e a empresa F. Gomes Ribeiro – ME são investigados por possíveis irregularidades em um contrato referente a hospedagem irregular.

A denúncia apurada foi apresentada ao Ministério Público Estadual por um vereador do município. De imediato, o MP determinou que um executor de mandados se dirija a empresa F. GOMES RIBEIRO, e inspecione o número de quartos existentes no estabelecimento.

Um relatório deve ser montado especificando a quantidade de apartamentos individuais, duplos, triplos e quádruplos, assim como o nome do proprietário e solicite informações sobre os valores das diárias aplicadas nos anos de 2020 e 2021, referente ao apartamento individual, apartamento duplo, apartamento triplo e apartamento quádruplo.

Cabe também ao executor identificar as cinco maiores pousadas e hotéis de Santa Luzia e colher informações dos proprietários sobre conhecimento de licitação realizada pela prefeitura nos anos de 2020 e 2021, para a contratação de empresa especializada em serviço de hospedagem para atender as necessidades da gestão.

Santa Luzia: MP pressiona França do Macaquinho a realizar concurso público

A prefeita de Santa Luzia do Maranhão, França do Macaquinho, é alvo de várias denúncias sobre a contratação irregular de servidores municipais.

O Ministério Público apurou a denúncia e já tem conhecimento de supostos casos de eventuais irregularidades na contratação direta de servidores públicos municipais.

O MP convidou a gestora e a procuradora do município para comparecer à Promotoria de Justiça no dia 24 de maio de 2022, para tratar de formalização do TAC para a realização de concurso público no referido município.

A instituição requisitou ainda que a prefeita apresente documentos que demonstram o número de servidores públicos contratados em toda municipalidade, assim como projeção da necessidade de contratação para os próximos quatro anos.

 

Laudo aponta que criança não foi estuprada por ex-prefeito

O caso do ex-prefeito de Santa Luzia, Ilzemar Oliveira Dutra, que foi preso acusado de abusar de uma criança de três anos, teve uma importante reviravolta.

Um laudo do instituto médico legal aponta que não houve estupro, porém não há possibilidade de  descartar ato libidinoso diverso.

O que pode inocentar o ex-prefeito da acusação.

Ex-prefeito de Santa Luzia é preso acusado de estuprar criança de 3 anos

O ex-prefeito de Santa Luzia do Tide, Ilzemar Oliveira Dutra, o Zemar, foi preso em flagrante na noite de ontem (16), em São Luís.

A prisão ocorreu pela acusação de estupro de vulnerável envolvendo uma criança de 3 anos. O caso é acompanhado por delegadas da Casa da Mulher Brasileira.

De acordo com informações, a mãe denunciou na polícia após a criança se queixar de dores, inclusive, a menor chegou a realizar exame de corpo de delito no Instituto Médico-Legal (IML).

Equipes da Polícia Civil foram em buscar do ex-gestor para prendê-lo, mas o mesmo se apresentou na delegacia onde foi dado voz de prisão em flagrante.

Em Santa Luzia do Tide, Zemar foi prefeito por dois mandatos e aliou-se a atual prefeita da cidade França do Macaquinho.

A reportagem tentou contato com o advogado do ex-prefeito, mas não teve êxito. O espaço segue aberto para esclarecimentos.

Neto Ferreira

Oposição usa Fake News contra prefeita de Santa Luzia, França do Macaquinho

A oposição do município de Santa Luzia usa mais uma vez de meios sórdidos para confundir e desnortear os desembargadores do TRE-MA.

Uma montagem que circula nas redes sociais, feita por opositores da gestão de França do Macaquinho, tenta retratar uma conversa onde a prefeita se diz satisfeita por “convencer” desembargadores do TRE a votar contra sua cassação.

A história e a imagem lançada nas redes sociais não passa de um fake news mau montado e muito mau forjado por opositores. A tentativa de embaraço e tumulto no julgamento da prefeita de Santa luzia, foi arquitetada e planejada em uma reunião que ocorreu no restaurante do prédio Tecc office, empresários que já planejam saquear os cofres do município e alguns opositores se reuniram e tramaram juntos toda a história.

As fotos da “reunião”, publico no próximo poster…

 

Empresa de São Luís fatura R$ 2,1 milhões em contratos na gestão França do Macaquinho

Campeá de contratos em prefeituras do Maranhão faturou mais de R$ 2 milhões em Santa Luzia

A prefeitura de Santa Luzia administrada pela prefeita França do Macaquinho contratou por valores exorbitantes a empresa MED HOSPITALAR LTDA.

O objeto do contrato é o fornecimento de material hospitalar, laboratorial para o Município de Santa Luzia.

A empresa localizada em São Luís no bairro São Francisco e que pertence a Marines Rebonatto e Jessica Rebonatto vai faturar R$ 2.144.845,40 (dois
milhões, cento e quarenta e quatro mil, oitocentos e quarenta e cinco reais e quarenta centavos). na prefeitura de Santa Luzia. O contrato tem vigência de 12 meses.

VEJA;