PRF prende condutor trafegando com CNH falsa na BR-230

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu na última segunda-feira (9) um condutor de uma caçamba que trafegava com uma Carteira Nacional de Habilitação (CNH) falsa na BR-230 na cidade de Balsas.

Segundo a PRF o condutor  foi flagrado na noite de segunda no km 404 da BR-230 em Balsas no momento que os policiais rodoviários realizam abordagem na região.

Ainda segundo informações, os policiais desconfiaram do documento e realizaram consultas nos sistemas, que constataram que a CNH não tinha procedência. Diante do exposto, a equipe encaminhou o condutor para a Polícia Civil de Balsas para as providências que o caso requer.

A caçamba ficou retida na delegacia PRF de Balsas em razão da existência de infrações de trânsito.

Caçamba ficou retida na delegacia PRF de Balsas em razão da existência de infrações de trânsito observadas durante a fiscalização — Foto: Divulgação/Polícia Rodoviária Federal

PRF prende motorista por adulterar caminhão na BR-135

PRF prende motorista por adulterar caminhão na BR-135 em São Mateus — Foto: Divulgação/Polícia Rodoviária Federal

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu na terça-feira (27) na BR-135, em São Mateus, um motorista,  por adulterar o seu próprio caminhão.

Segundo a PRF, a prisão do motorista aconteceu por volta das 16h30 no Km 183 da BR-135, em São Mateus, quando os policiais rodoviários abordaram o caminhão de placas aparentes JVQ-5008 do estado do Maranhão.

De acordo com os policiais rodoviários, ao realizarem a consulta dos demais sinais identificadores do veículo a PRF chegou a conclusão que o caminhão na verdade se tratava de outro idêntico mas de placas OJC-1102, também do estado do Maranhão, sem queixa de roubo ou furto mas com débitos de licenciamento. Fato curioso que as duas placas remetiam ao mesmo proprietário.

Indagado sobre o fato, o proprietário confirmou que efetuou a troca das placas porque o veículo original estava com problemas no Departamento de Trânsito do maranhão (Detran-MA).

Diante dos fatos, o caminhão e o proprietário foram conduzidos para a Delegacia de Polícia Civil de São Mateus, onde ele foi autuado pelo crime de adulteração de sinal identificador do veículo.

Do G1

Homem é preso por porte ilegal de arma em Caxias

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu um homem por porte ilegal de armas na última terça-feira (20), no Povoado Baú, zona rural de Caxias.

Revólver apreendido durante revista — Foto: Reprodução/ PRF

Segundo a PRF,  o homem que estava acompanhado de uma mulher e uma criança ao perceber a aproximação da viatura policial, teve  atitude suspeita.

 Ainda segundo a Polícia,  na revista os policiais  encontraram um revólver e cinco cartuchos.

Em depoimento, o homem disse que andava armado por já ter sido vítima de roubo e que sentia necessidade de cuidar da própria segurança e de seu patrimônio.

O condutor não apresentou a documentação  exigida para o porte de arma . Ele foi encaminhado à Delegacia da Polícia Civil de Caxias onde responderá por crime de porte ilegal de arma de fogo.

PRF apreende carga de drogas na BR-010

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu na madrugada de terça-feira (20) um frete de droga na BR-010, em  Estreito.

Segundo a PRF, Durante a abordagem a um veiculo de passeio, o condutor apresentou diversas contradições, o que levantou a suspeita dos agentes.

Ainda durante a  revista, foram encontrados  7 pacotes de substância análoga à cocaína.

42 tabletes de maconha estavam escondidos nos forros da porta e dentro da lataria da tampa traseira — Foto: Divulgação/Polícia Rodoviária Federal

Com a ajuda do K-9 do canil da Polícia Militar (PM), foram localizados mais 42 tabletes de  maconha  que estavam armazenados nos forros da porta e dentro da lataria da tampa traseira.

 O condutor e o material apreendido foram apresentados no Plantão Central da Polícia Civil em Imperatriz.

PRF apreende mais de 6 toneladas de mercadoria irregular na BR-316

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu na manhã de ontem (18) mais de 6 toneladas de queijo e carne transportados irregularmente. A abordagem ocorreu no km 543 da BR-316 no município de Caxias a um caminhão de placas JOU 7535 do Piauí.

Perguntado sobre a viagem, o motorista de 43 anos, informou que havia carregado frutas na Central de Abastecimento (Ceasa) em Teresina, no Piauí, e transportado para Belém no estado do Pará e que estava voltando vazio, somente com as caixas de plástico.

Polícia Rodoviária Federal apreendeu 6.000 Kg de queijo mussarela e coalho — Foto: Divulgação/Polícia Rodoviária Federal

Novamente questionado sobre a mercadoria,  o motorista informou que era uma carga de peixe e açaí e que não tinha nenhuma documentação da carga. Durante todo o tempo, os passageiros também corroboraram com a versão do motorista.A equipe dos policiais rodoviários realizou uma inspeção na carga de caixas vazias e verificou que havia uma carga “oculta” entre elas.

Após a retirada das caixas vazias a equipe visualizou que a carga era na realidade de queijo mussarela, queijo coalho e duas caixas de isopor contendo carne bovina nos cortes de filé e picanha.

De acordo com os policiais rodoviários, após a retirada total das caixas foi constatada que a quantidade transportada era de 6 toneladas de queijo mussarela e coalho e mais 200 Kg de carne bovina.

O motorista e os passageiros confessaram aos policiais rodoviários federais que levando frutas e verduras para a cidade de Buriticupu e Açailândia decidiram comprar os queijos de pequenos produtores da região, sem nenhum controle de qualidade e sem documentação fiscal e que faziam esse transporte há um tempo. Durante depoimento, eles revelaram a mercadoria de queijo pertencia a eles foi  adquirida por um  preço médio de R$ 10 reais e que revendiam em comércios de Teresina e Timon até pelo dobro do preço. A carga estava avaliada em R$ 65 mil reais.

Uma equipe da Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão (Aged) foi acionada . No local foi lavrado o auto de infração no valor de R$ 6.400 e o Termo de Apreensão, Inutilização e Aproveitamento Condicional, ambos da Aged. Os produtos apreendidos -alguns já estavam com odor forte devido a falta de refrigeração-, foram destinados ao aterro sanitário e destruídos.

PRF apreende 4 caminhões com transporte irregular de madeira na BR-226

Motoristas foram entregues aos cuidados da Polícia Judiciária onde responderão pelo crime ambiental e uso de documento falso — Foto: Divulgação/Polícia Rodoviária Federal

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu na noite de quarta-feira (14) na BR-226, na cidade de Presidente Dutra, a 347 km de São Luís, quatro caminhões que estavam transportando irregularmente madeira serrada.

Policiais rodoviários realizavam policiamento ostensivo no trecho da BR-226, próximo à área urbana da cidade de Presidente Dutra, quando visualizaram três caminhões estacionados em um posto de combustíveis na entrada da cidade, às margens da rodovia federal. A equipe suspeitou e resolveu abordá-los. Após uma busca nas proximidades, localizaram os motoristas dos veículos e solicitaram a documentação pessoal do veículo e da carga.

De acordo com a PRF, o primeiro caminhão abordado foi um de placas KLF-3938 do estado do Pernambuco que era conduzido por um homem de 45 anos. O condutor informou aos policiais que estava vindo do estado do Pará e teria como destino o estado do Ceará. Ele disse que que estava transportando portas, acompanhadas de mais 10 m³ de madeira serrada, conforme o Documento de Origem Florestal (DOF) apresentado. Contudo, após a cubagem da carga, a equipe verificou que a carga total era de, aproximadamente, 19 m³ de madeira serrada e que existia apenas uma pequena quantidade de portas que o condutor mostrou inicialmente com a intenção de ludibriar a fiscalização. Incorrendo assim no crime ambiental.

PRF apreende 100 kg de maconha escondida em caminhonete em Santa Inês

Material apreendido durante abordagem da PRF em Santa Luzia Foto: PRF

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu no último domingo (11) 100 kg de maconha na BR-222 na cidade de Santa Luzia. A droga   estava armazenada em uma caminhonete. A apreensão da droga aconteceu quando os policiais rodoviários realizavam uma abordagem de rotina na rodovia estadual.

Segundo a PRF, durante a abordagem o motorista  apresentou nervosismo e quando foi indagado sobre origem e destino da caminhonete ele apresentou contradição em sua fala.

Ainda de acordo com a PRF,  após análise preliminar do veículo, os policiais rodoviários constataram que havia uma capa embalada em uma espécie de bexiga no compartimento da carroceria do veículo. Indagado sobre a existência de drogas no veículo o condutor assumiu haver em torno de 30 kg de maconha.

O veículo e o condutor foram encaminhados para a Unidade Operacional de Santa Inês, onde  a equipe após verificar o veículo encontrou 93 tabletes de maconha totalizando 100 kg de droga.

 Durante depoimento o condutor do veículo informou ter adquirido a droga na cidade de Manaus, no estado do Amazonas, e revelou que iria levá-la para Timon, a 450 km de São Luís, onde receberia pelo transporte o valor de R$ 10 mil.

O motorista e a droga foram levados para a delegacia de Polícia Civil de Santa Inês para as providências cabíveis.

PRF apreende caminhonete com documentação falsa na BR-135

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu na última quinta-feira (25) uma caminhonete modelo Hilux com documentação falsa, na BR-135, no bairro Pedrinhas.

Segundo informações  da PRF, uma equipe de policiais rodoviários  estavam no km 14 da BR 135, na capital, quando abordou e fiscalizou um carro de cor branca. Durante a minuciosa busca, os policiais constataram adulteração de alguns elementos identificadores da caminhonete e do documento do veiculo.

 Ainda de acordo com a PRF,foi encontrado  na posse do condutor vários aparelhos celulares e outros objetos.

O condutor do veículo e os equipamentos encontrados  foram encaminhados para a Delegacia  de Pedrinhas para as providências legais.

PF prende policiais rodoviários que atuavam em Araguanã e Santa Inês, por suspeita de cobrança de propina para liberar madeira ilegal

Tudo se iniciou após um processo de apuração realizado pela Corregedoria Nacional da PRF.
A Polícia Federal, em conjunto com a Polícia Rodoviária Federal, deflagrou hoje (8/11), a Operação VIA PERDITIONIS* com o objetivo de combater  ilícitos contra a administração pública que viabilizavam o transporte ilegal de madeira serrada pelas rodovias BR 316 e BR 222, no estado do Maranhão.
As investigações apontam que servidores públicos atuavam nos municípios  de  Santa Inês/MA e de Araguanã/MA para permitir a circulação irregular de caminhões carregados de madeira sem a devida documentação.   Há elementos indicadores no sentido de que policiais rodoviários federais, juntamente com os denominados “fiscais de pista”, agiam nas imediações do Posto Fiscal Estaca Zero, em Santa Inês/MA para autorizar a passagem dos caminhões sem a devida fiscalização rodoviária e fazendária, deixando de verificar o documento de origem florestal e as respectivas notas fiscais dos carregamentos de madeira.
Por determinação do Juízo da 8° Vara Federal, estão sendo afastados de suas funções, 12 (doze) Policiais Rodoviários Federais e 4 (quatro) “fiscais de pista” da Secretaria de/MA. Também são cumpridos  4 (quatro) mandados de prisão preventiva, 2 (dois) mandados de prisão temporária, envolvendo empresários e caminhoneiros do ramo madeireiro, além de 18 (dezoito) notificações de medida cautelar diversa da prisão, 22 (vinte e dois) mandados de busca e apreensão, bem como 20 (vinte) intimações.
Os investigados responderão, na medida de suas participações, pelos crimes de pertencimento à  organização criminosa (art. 2º, da Lei nº 12.850/2013), corrupção ativa (art. 333, parágrafo único do CPB), corrupção passiva (art. 317, §1º do CPB), tráfico de influência (art. 332, parágrafo único do CPB), violação do sigilo funcional (art. 325, §2º do CPB) e receptação qualificada (art. 180, §1° do CPB).
Participam da ação de hoje aproximadamente 150 servidores entre policiais federais,  policiais rodoviários federais integrantes da Corregedoria Geral da PRF que contam ainda com o apoio de servidores do IBAMA.
 VIA PERDITIONIS é uma referência ao desvio de conduta perpetrado por alguns servidores públicos em detrimento ao esperado cumprimento de suas funções.
Comunicação Social da Polícia Federal no Maranhão