Procurador-Geral de Justiça ganha aditivo em contrato de aluguel com a prefeitura de Ribamar

O Procurador-Geral de Justiça, Eduardo Jorge Hiluy Nicolau, realizou com a Prefeitura de São José de Ribamar um novo contrato aditivo para prorrogar por um ano aluguel de imóvel no valor de R$ 8 mil mensais.

De propriedade do procurador, o imóvel é alugado para a Secretaria Municipal de Assistência Social, Trabalho e Renda (SEMAS). Em um ano, o procurador embolsará R$ 96.000,00 com o aluguel do imóvel.

Este já é o Quarto Termo Aditivo do Contrato Administrativo firmado com a Prefeitura de São José de Ribamar.

Não é a primeira vez que Eduardo Nicolau é locador para o poder público. Entre 2015 e 2017, o procurador ganhou mais de R$ 389 mil no aluguel do imóvel para a gestão do governador Flávio Dino, onde funcionava provisoriamente uma escola.

Mais de meio milhão de reais é o que o procurador já recebeu com o aluguel do imóvel.

Eduardo Nicolau foi procurado pela Redação, mas não retornou o contato.

Prefeitura de São José de Ribamar se transforma em “casos de família”

Sobrinha da deputada estadual Helena Duailibe, Gilvana Duailibe, está no olho do furação da segunda crise envolvendo a grande família que virou a gestão do médico Dr. Júlio Matos (PL) na cidade balneária.

O resultado foi a proibição do filho dar qualquer opinião no confuso início de gestão.

Em seu canal no instagram, a primeira-dama mandou indireta aos faladores. “As pessoas ficam criando especulações, mas ninguém sabe nada”, disse a primeira-dama em uma postagem realizada antes da crise envolvendo pai e filho.

Enquanto a briga da grande família segue na cidade do santo padroeiro, os ribamarenses sofrem nos bairros e na porta da prefeitura, onde ninguém sabe de nada e pelo menos três prefeitos mandam: Julinho, a primeira-dama e o cunhado Natércio. Mas isso é assunto para outro post.

E por falar em Helena Duailibe, Júlio Filho deve trabalhar bem próximo da parlamentar agora e, ao mesmo tempo, distante do pai.