Polícia prende suspeitos da explosão de agência bancária no São Francisco

Imagens do resultado da explosão na agência do Bradesco, no São Francisco. Foto: Divulgação

Policiais prenderam na manhã desta sexta-feira(30), Eduardo Gomes Oliveira e uma mulher identificada como Gilcilene, no bairro da Ilhinha, em São Luís. Eles são suspeitos de participarem da explosão a agência do Banco do Bradesco, no São Francisco, na madrugada de quinta-feira (29).

Segundo informações, a mulher era responsável por guardar o material usado no ato criminoso.

Durante a ação que culminou na prisão do casal, a polícia apreendeu o veiculo usado também no crime.

Suspeitos de estupro coletivo são presos em Santa Inês

Dois dos três suspeitos de participarem de um estupro coletivo contra uma mulher foram presos e encaminhados para a Delegacia Regional de Santa Inês. — Foto: Reprodução/ TV Mirante

Dois  suspeitos de participarem de um estupro coletivo contra uma mulher e divulgar o vídeo na internet foram presos no município  de Santa Inês, a 250 km de São Luís.

Segundo a polícia, dos três homens, dois deles aparecem em um vídeo publicado no aplicativo, aparecem abusando sexualmente de uma mulher .

O terceiro homem suspeito  de ter gravado o vídeo identificado como Rogério  continua foragido.

O fato foi denunciado pelo  familiares da vitima na Delegacia da Mulher . Eles  alegam ainda que a vítima sofre de problemas psicológicos.

Jovem de 26 anos é encontrada morta no município de Bom Jardim

Thays Andrade trabalhava como secretária em Bom Jardim e tinha 26 anos — Foto: Arquivo Pessoal

Thays Andrade, de 26 anos, foi encontrada morta em seu  quarto na manhã da segunda-feira (19), numa residência localizada no bairro Cohab na cidade de Bom Jardim.

Segundo a  polícia, o corpo foi encaminhado para São Luís para ser realizada uma autópsia. Thays trabalhava como secretária na Escola Municipal Ney Braga. A Prefeitura de Bom Jardim decretou luto no município.

Agência bancária é alvo de assaltantes em Santa Luzia do Tide

Banco do Brasil de Santa Luzia do Tide é alvo de assaltantes — Foto: Reprodução/TV Mirante

Na madrugada desta quinta-feira(08), a  agência do Banco do Brasil de Santa Luzia do Tide foi alvo de bandidos.  A ação criminosa ocorreu por volta das 4h.

Segundo a Polícia Civil,  os envolvidos na ação  utilizaram  maçaricos para tentar violar o cofre. Porém, não conseguiram e fugiram sem levar qualquer quantia em dinheiro  deixando apenas  o material no local. Até o momento o grupo criminoso não foi localizado.

Segundo   levantamento divulgado pelo site do Sindicato dos Bancários do Maranhão, só este ano já foram 18 ocorrências criminosas contra agências bancárias, entre saidinhas, assaltos e arrombamentos (ou tentativas). Este último tipo de crime chega a 13 ocorrências em 2019.

Polícia Civil investiga estupro de recém-nascida em Tutóia

Laudo que comprova que o bebê foi vítima de abuso sexual — Foto: Reprodução/TV Mirante

A Polícia Civil está investigando o estupro e morte de uma criança de apenas um mês de vida na cidade de Tutóia. A bebê  que se chamava Vitória ,que tinha um mês e sete dias de vida,  morava com o pai, Joel Cabral da Silva. Ele mora junto com a mãe dele, o padrasto e três irmãos adultos.

Segundo informações repassadas pela polícia, a criança passou mal e foi para um hospital, onde os médicos suspeitaram de abuso sexual. A criança não resistiu e morreu.

Um laudo confirmou as suspeitas e apontou que o bebê apresentava lesões na região anal, com traumas físicos causados a menos de 10 dias da morte, podendo ser pela manipulação digital (dedos), pênis ou algum objeto. Também havia lesões vaginais, que apontaram ainda um quadro de negligência por parte dos familiares devido a falta de cuidado ou desleixo com a higiene.

Após o laudo, a Polícia Civil abriu um inquérito para apurar o estupro da recém-nascida e suspeita de alguém da família do pai. O genitor da criança  chegou a ser preso em flagrante assim que o laudo saiu, mas foi liberado por falta de provas.

Polícia prende mulher suspeita de matar e esquartejar o próprio filho de três meses

Foto:Divulgação

Patrícia Maria dos Santos, de 20 anos, foi detida temporariamente pela Polícia Civil .Ela é suspeita de matar e esquartejar o próprio filho de apenas três meses.O crime ocorreu no mês passado , no povoado Vinagre,e Itapecuru-Mirim.

De acordo com informações policiais, a jovem disse que teve aborto espontâneo e jogado o corpo do bebê dentro do veiculo do seu pai.O laudo do IML contesta a versão dada por Patricia, onde ficou constatado que a criança foi morta e esquartejada.

No início dos mês de maio, os pais de Patrícia ,identificados como Jackson Matos e Marilene dos Santos Menezes, foram presos sob a suspeita de participação no crime.

Após os procedimentos legais, Patrícia Maria dos Santos foi encaminhada para a Unidade Prisional de Itapecuru Mirim.

Com informações: Imirante.com

Professora Rosiane Costa foi morta por causa de dívida

Rosiane Costa,Foto: Sistema Mirante

A Polícia Civil  apresentou durante coletiva realizada na Sede da Polícia Civil na manhã desta quarta-feira (22), o agente penitenciário Márcio Jorge Lago.

Segundo a delegada Viviane Fontenele, da Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa(SHPP), Márcio  confessou  que matou a professora  Rosiane Costa.

Durante o depoimento, Márcio Jorge disse que  a estrangulou, jogou o corpo no carro e resolveu se desfazer do corpo na Universidade Federal do Maranhão (UFMA).O suspeito do crime explicou que se desfez do corpo na UFMA porque estava no caminho indo buscar a esposa na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da área Itaqui-Bacanga.

 Segundo a delegada, as imagens do sistema interno de segurança  da UFMA foram fundamentais para identificação, além da confissão e dos  elementos utilizados na investigação.

Carro usado no crime.

“As imagens da UFMA foram fundamentais porque a partir delas nós conseguimos identificar o veículo que estava envolvido no crime. Verificamos também que o mesmo carro entrou no estacionamento do supermercado alguns minutos depois do crime para fazer compras utilizando o cartão de débito da vítima e aproveitou também para realizar um saque no Terminal de Auto Atendimento utilizando outro cartão da vítima”, explicou.

Ainda de acordo com a delegada, Márcio Jorge tinha um caso com Rosiane Costa há dois anos, mas tinha uma dívida que não tinha conseguido pagar. Segundo a polícia, Márcio Jorge Lago Marques será indiciado por feminicídio e motivo torpe.

“Eles mantinham contato por causa da dívida, onde ela fazia cobranças. No final de semana, ela fez uma cobrança mais contundente, dizendo que não iria mais esperar. Depois disso, ele resolveu insistir para que ela fosse até a residência dele para que conversassem, lá ele a seduziu para terem uma relação amorosa. A intenção dele era fazê-la desistir de cobrar essa dívida e como não conseguiu através desse meio, ele resolveu matá-la para se livrar da dívida”, afirmou a delegada.

FONTE: G1 MA

Oito integrantes de facção morrem em confronto com a policia em Slz

Uma operação da Polícia Civil terminou com oito mortes na tarde desta quinta-feira (24) na Vila Conceição, em São Luís . Os nomes dos mortos ainda não foram divulgados pela policia.

De acordo com informações da policia, a operação é decorrente após conflitos entre facções criminosas e tiroteios na região, além de um vídeo que viralizou nas redes sociais onde possíveis membros de facções afirmam possuir armas suficientes para confrontar outras facções ou mesmo a polícia.

De acordo com o superintendente de combate ao narcotráfico, Breno Galdino, todas as mortes desta quinta-feira (24) ocorreram em confronto com a polícia. Ainda de acordo com ele, a operação continua em busca de armas e envolvidos em crimes na região.

A policia apreendeu em posse dos bandidos, armas, drogas e munições.

Em Zé Doca Homem é preso acusado de estuprar uma menina de 11 anos

Edison Moreira da Silva, o “Três Oi” de 26 anos, foi preso nesta quarta-feira (08) em cumprimento a mandado de prisão expedido pela justiça de Zé Doca. Ele é suspeito de estupro de vulnerável contra uma menina de 11 anos.
O crime teria acontecido no dia 13 de julho deste ano na rua Pau D’arco, no bairro São Francisco, na cidade de Zé Doca. Durante a madrugada, “Três Oi” e outro suspeito entraram na residência da criança munidos de arma de fogo e praticaram o estupro. Após o crime, a dupla ainda roubou uma caixa de som, um botijão de gás e um aparelho celular.
Os objetos roubados foram recuperados na casa de uma mulher identificada como Irinelza Silva da Cruz, que foi autuada por receptação no dia 24 de agosto.