Contrato de iluminação pública em Governador Nunes Freire precisa ser investigado pelo MPE

Romulo Nascimento da Costa, proprietário da empresa e o prefeito Josimar da Serraria

Além de estar enrolado em investigação que apura lavagem de dinheiro, como este blog já revelou, reveja aqui, o empresário Romulo Nascimento da Costa deve ser alvo de nova investigação do Ministério Público, que deve apurar irregularidades no contrato de iluminação pública na prefeitura de Governador Nunes Freire.

Existem suspeitas de irregularidades cometidas entre a gestão pública de Governador Nunes Freire e a referida empresa. O valor do contrato é um dos principais fatores a ser questionado pelo Ministério Público. Serão quase R$ 142 mil pagos por mês para CONSTRUPRIME EMPREENDIMENTOS, mesmo sem fornecer todos os itens que consta no projeto do contrato.

Denúncias enviadas ao blog e que precisam ser apuradas pelo Ministério Público, revelam inexistência da quantidade de mão de obra citada no projeto, na execução dos serviços pela cidade. Outra irregularidade é que na planilha consta diversos veículos que seriam utilizados pela empresa na execução dos serviço e até agora os mesmos não foram vistos no município. É possível que boa parte do que está no projeto básico para ser executado pela empresa não esteja sendo disponibilizado pela mesma e mesmo assim serão pagos pela prefeitura. O que pode caracterizar que o contrato está servindo para desviar dinheiro público.

Outro fato que chama atenção é que no contrato a empresa seria responsável pelo abastecimento dos veículos e segundo informações enviadas ao blog e que precisam ser apuradas pelo MP, os veículos estariam abastecendo pela cota da prefeitura. Outro crime.

É necessário que o MP apure existência de fraude desde o processo licitatório até a realização dos serviços e o pagamento. Com isso, evitará desvio de dinheiro público.

Clique.

Justiça desaprova contas de campanha de Josimar da Serraria

Diante de irregularidades, a Justiça Eleitoral desaprovou as contas de campanha do prefeito de Governador Nunes Freire, Josimar da Serraria. De acordo com decisão do juiz eleitoral da 101ª Zona, Flávio Pinheiro, “há inconsistência grave, que denota a ausência de consistência e confiabilidade nas contas prestadas”.

A falta de informações prestadas por Josimar impossibilitou que o Tribunal identificasse a real origem dos recursos declarados. A Justiça registrou também a omissão de gastos eleitorais no valor total de oito mil reais. O valor não foi registrado na prestação de contas no Sistema de Prestação de Contas Eleitorais (SPCE) e tampouco transitou pela conta bancária de campanha, caracterizando, então, o recebimento de recursos de origem não identificada

Além de não aprovar as contas de Josimar da Serraria relativas às Eleições Municipais de 2020, a Justiça determinou a devolução dos oito mil reais ao Tesouro Nacional no prazo de cinco dias.

A decisão da Justiça é resultado da falta de transparência de Josimar da Serraria, e não seria a primeira vez que o gestor demonstra falta de respeito com o povo nunes-freirense.

Confira trecho da decisão:

Prefeitura de Governador Nunes Freire Fecha contrato de 514 mil com empresa do povoado “7 voltas”

A Prefeitura de Governador Nunes Freire comandada por Josimar da Serraria fechou contrato com a  empresa ASSOCIAÇÃO DOS PEQUENOS PRODUTORES RURAIS DA ÁREA COMASA, situado ao povoado faixa são Jose III, zona rural. O povoado que é carinhosamente conhecido na cidade como “7 voltas.” Segundo o diário oficial a associação que responde a senhora DORACI DE JESUS MENDES REAL,faturou exatos R$ 514.925,60(quinhentos e quatorze mil, novecentos e vinte e cinco reais e sessenta centavos) para o fornecimento de gêneros alimentícios.

O contrato tem validade até 30 de dezembro de 2018.

Cabe ao Ministério Público e aos demais órgãos de fiscalização, averiguar se a associação citada está em funcionamento, se tem sede, se esta sendo realizada assembleia geral, e se os integrantes da comunidade estão sabendo do exorbitante contrato.

VEJA O CONTRATO;

 

O Josimar da Serraria prefeito…

O município de Governador Nunes Freire administrado hoje pelo prefeito interino Josimar da Serraria, vive um dos piores momentos de sua história. A briga pelo comando do executivo entre o vice prefeito e o prefeito eleito prejudica drasticamente a população, essa que sofre com a falta de serviços considerados básicos. O Ministério Público local precisa urgentemente determinar que postos de saúde sejam abastecidos com remédios, que escolas sejam abastecidas com merenda escolar de qualidade. O órgão precisa fazer isso independente de quem comanda o município. A precariedade nos serviços públicos somando com a incompetência da gestão atual, desnorteiam  todo um povo. O blog apurou que pessoas estão sendo retaliadas no município e com o uso da máquina pública, pelo simples fato de não apoiar quem está no comando do executivo. O que serve de “orgasmo” para quem está no controle do poder público hoje é uma camada asfáltica que está sendo implantada em algumas ruas, essa que foi doada pelo governo do  estado. 

 O individualismo naquele município é tamanho, são pessoas que somente pensam em si. “O povo que se dane.” É triste ver uma das cidades que hoje teria por obrigação de ser a mais bela e bem estruturado da br 316, sendo a pior e a mais “esculhambada” do Maranhão. 

 Josimar da Serraria conhece Nunes Freire como poucos porém o mesmo decepciona quem um dia pensou que quando o mesmo chegasse ao poder, faria diferente. 

Vou deixar um trecho da música de bezerra da Silva que retrata bem o que falo; 

“Você com revólver na mão é um bicho feroz (Feroz)

Sem ele anda rebolando e até muda de voz

( Isso aqui…cá pra nós ).”

Na ausência do Gago Josimar da Serraria pretende gastar quase 500 mil com pneus

A Prefeitura de Governador Nunes Freire, comandada pelo vice-prefeito Josimar da Serraria, pretende pagar quase R$ 500 mil (quinhentos mil reais) para empresa Magnólia Pneus Ltda.

Localizada em Zé Doca, a empresa foi contratada para fornecer pneus para o município. O proprietário é João Moreno Rolim.

Os valores dos contratos são, R$ 2.100,00 (Dois mil e cem reais), : R$ 176.050,00 (Cento e Setenta e Seis Mil e Cinquenta Reais), R$ 195.400,00 (Cento e Noventa e Cinco Mil e Quatrocentos Reais), R$ 31.950,00 (Trinta e um mil, novecentos e cinquenta), conforme publicado no diário oficia.

O contrato foi assinado no dia 06 de março de 2018 e tem validade até 3 de dezembro de 2018. O município é administrado pelo vice, já que o prefeito Indalécio Wanderlei Viera Fonseca, o Gago, do (PT), está afastando por questões médicas.





Em mais de 3 meses de governo Josimar da Serraria só conseguiu “trancar uma rua” e comprar quase um milhão de pneus

Em mais de três meses de mandato o atual prefeito de Governador Nunes Freire realizou apenas uma grande obra na cidade “trancar uma rua” rua essa que dá acesso a BR316, Josimar da Serraria já mostrou que não é diferente dos demais, mesmo entrando mensalmente em Governador Nunes Freire a maior “fatia” de dinheiro público da região, Josimar conseguiu se quer concluir as reformas de algumas escolas que estão jogadas as traças no município,o Blog teve acesso a uma planilha de licitação de pneus que chegam a quase exorbitante quantia de um milhão de reais, o Ministério Público tem que apurar isso de perto. Mais sobre a quantia exorbitante que será gasta com pneus o blog vai trazer em uma próxima matéria…..

Enquanto o Ministério Público “dorme” prefeitura de Governador Nunes Freire funciona como uma “empresa clandestina.”

Que a bandalheira administrativa está instalada no município de Governador Nunes Freire administrado pelo prefeito Josimar Da Serraria (MDB) todos sabem, o Ministério Público do município parece  se encontrar inoperante, e a prefeitura funciona como uma “empresa clandestina” bem longe de respeitar a lei das transparências, o Blog recebeu denúncias que até reformas estão sendo feitas sem ao menos passarem por processos licitatórios o que pode culminar em afastamento do gestor por não respeitar lei de responsabilidade fiscal que visa estabelecer normas de finanças públicas voltadas para a responsabilidade na gestão fiscal e dar outras providência.  Funcionários são demitidos e contratados a todo momento sem que tenha ao menos um seletivo, o Ministério Público deve estar atento a isso,agora se o Ministério Publico local é incompetente, que a corregedoria do órgão fiscalize e obrigue a gestão cumprir os requisitos básicos das leis de transparência e responsabilidade fiscal.

Escolas “reformadas”na gestão Josimar da Serraria

Cadê o prefeito Josimar da Serraria? População de bairros de Governador Nunes Freire estão a dias sem água …

Segundo informações repassadas ao blog do Werbeth Saraiva, uma “bomba” que seria responsável pelo fornecimento de água em alguns bairros do município de Governador Nunes Freire “queimou” e a população de bairros como ” JK, Vila Embratel, Vila Maranhão e Primavera” estão a dias sem água, esperando uma resposta do prefeito interino do município Josimar da Serraria (PMDB) que segundo informações desde que assumiu o comando do município, é pouco visto por lá.

A população é quem sofre com tanto descaso….