“A política não deve ser encarada sob a lógica do inimigo e sim sob uma perspectiva pluralista”, diz Dino

Em entrevista à Revista IstoÉ desta semana, o governador Flávio Dino defendeu que o diálogo de modo livre e democrático é bom para o país. Ele exemplificou a articulação institucional dos governadores, que é uma tendência positiva do federalismo brasileiro.

Quando perguntado sobre se os estados nordestinos se unirão contra eventuais desmandos do governo Bolsonaro, Dino afirmou que “há um espírito de muita unidade na ação política e administrativa do Nordeste sobre diversos temas, sobretudo na busca de investimentos públicos e privados em favor dos nove estados da região”.

Ele destacou ainda que isso se verifica em outras regiões também. “Recentemente o consórcio Amazônia Legal teve um papel importante nessa interlocução com o governo federal em relação à gravíssima crise ambiental”, enfatizou.

Para o governador, essa é a diferenciação de pontos de vista que ajuda o Brasil. “Quanto mais discussão houver, de modo livre e democrático, melhor para o País. A política não deve ser encarada sob a lógica do inimigo e sim sob uma perspectiva pluralista”, disparou.

Blog do Jorge Vieira