Ministério Público representa contra Postos Ipiranga por propaganda irregular

Foto: Divulgação

O Ministério Público do Maranhão representou contra a Rede de Postos Ipiranga à Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon) por prática de propaganda irregular, pedindo que o órgão tome providências administrativas.

A representação foi encaminhada no dia 11 de junho pela 2ª Promotoria de Justiça Especializada na Defesa do Direito do Consumidor de Imperatriz, cujo titular é o promotor de justiça Sandro Pofahl Bíscaro.

A manifestação decorre de inquérito civil instaurado pela Promotoria do Consumidor de Imperatriz para apurar as práticas de propaganda irregular dos postos ligados à rede. Em abril, o MPMA já havia expedido Recomendação para que os postos de combustíveis da Rede Ipiranga ajustassem a publicidade referente ao aplicativo Abastece Aí, veiculada nos municípios de Imperatriz, Davinópolis, Governador Edison Lobão e Vila Nova dos Martírios.

De acordo com a apuração, foi divulgado um valor fixo do litro de combustível para pagamentos realizados com a utilização do aplicativo Abastece Aí. No entanto, o valor toma por base a aplicação máxima do desconto, 5%, quando o percentual está disponível apenas a um público reduzido de consumidores e não a todos, como sugere a publicidade.

O promotor de justiça Sandro Bíscaro explica que esta prática atrai o consumidor, induzindo-o a crer que a obtenção do desconto decorre somente da utilização do aplicativo. No entanto, para conseguir os 5% de desconto em sua totalidade se faz necessário uma série de critérios que não são de conhecimento do usuário. Ademais, o valor a ser descontado somente é conhecido após o abastecimento.

O representante do Ministério Público considera que a publicidade exposta pela Ipiranga fere o Decreto nº5.903, atentando contra o direito básico do consumidor de obter informação adequada e clara sobre produtos e serviços, induzindo o consumidor a erro, não sendo de fácil percepção e compreensão.

“Observa-se que as frases que condicionam o preço menor estão redigidas em letras pequenas, de forma a dificultar o entendimento do consumidor, que é induzido a entender que comprará o combustível com o menor preço, caso utilize o aplicativo. Vale frisar que o motorista toma conhecimento da publicidade, de regra, quando está em movimento, dirigindo, sem condições plenas de ver e analisar detalhes”, avaliou Sandro Bíscaro.

O promotor de justiça citou ainda o Código de Defesa do Consumidor que determina como direito básico o acesso à informação adequada e clara sobre os diferentes produtos e serviços.

Sandro Bíscaro explicou também que a divulgação do preço muito abaixo da média local, além de constituir publicidade enganosa, lesa o usuário e desequilibra o mercado, já que canaliza consumidores atraídos pelo preço supostamente mais baixo, mas que não recebem as condições ofertadas.

Com mais de 67 aparelhos celulares, mulher é presa pela Polícia Civil por receptação em Imperatriz

 

Foto: Polícia Civil do Maranhão.

A Polícia Civil do Estado do Maranhão, através da 10ª Delegacia Regional de Imperatriz por intermédio da equipe de capturas, autuou em flagrante delito na manhã desta segunda-feira (3), uma mulher identificada por Ana Paula dos Santos Oliveira (38) pelo crime de receptação qualificada.

De acordo com o delegado Ederson Martins, a mulher guardava um aparelho iPhone6S furtado, bem como mantinha expostos a venda diversos outros eletrônicos usados sem comprovação de origem lícita em seu estabelecimento comercial no setor do mercadinho na cidade.

Foram apreendidos 67 aparelhos de telefone celular, 4 tablets, 1(um) iPad, 1(um) vídeo game play station 2, 2(dois) notebooks, 1(um) vídeo game Xbox e (1) uma televisão de 32 polegadas da marca LG.

Ainda segundo com o delegado, os detalhes dos aparelhos serão divulgados juntamente com as fotografias, e caso alguma vítima reconhecer algum objeto como de sua propriedade, poderá comparecer ao Setor de Capturas da Polícia Civil de Imperatriz, localizado na Rua Sousa Lima, no período da manhã, munido do registro da ocorrência (se tiver), documento ou caixa do eletrônico ou outro documento capaz de comprovar a sua propriedade.

Mulher tem parte da orelha arrancada por marido em Imperatriz

José Afonso Anchieta Saraiva foi preso por arrancar um pedaço da orelha de Aniela Gomes de Sousa, esposa do acusado.

Um homem identificado como José Afonso Anchieta Saraiva foi preso por arrancar um pedaço da orelha de Aniela Gomes de Sousa, esposa do acusado.

O crime aconteceu em Imperatriz no último sábado (13).

Segundo informações, os policiais estavam fazendo ronda nas proximidades da Beira Rio, quando se depararam com José Afonso estava agredindo a companheira.

O acusado chegou a arrancar com os dentes a orelha da mesma.

Diante da situação, a vítima foi encaminhada ao HMI para cuidados médicos e José Afonso à Delegacia de Polícia Civil, com lesões corporais decorrentes ao atrito entre eles, para tomada das devidas providências legais.

Prefeito de Coroatá contrata empresa de Imperatriz por mais de R$ 2 milhões

Prefeito de Coroatá Luís Amovelar Filho

O prefeito de Coroatá Luís Amovelar Filho contratou a empresa I. R. P. DOS SANTOS EIRELI-ME para fornecer gêneros alimentícios para o Programa Nacional de Alimentação Escolar-PNAE, Ano 2019.

A empresa que tem sede no município de Imperatriz vai faturar exatos; R$ 2.455.070,00 (Dois milhões quatrocentos e cinquenta e cinco mil e setenta reais) no contrato firmado com a prefeitura durante o ano de 2019.

A empresa de Ítalo Rodrigues Pinheiro dos Santos receberá mensalmente cerca de; R$ 204.000 (duzentos e quatro mil reais) durante os doze meses.

Empresa fatura dois milhões em Coroatá

Homem é preso após matar e jogar corpo de mulher às margens da BR-010

Na manhã desta quarta-feira (24), a Polícia Civil, através da Delegacia de Homicídios de Imperatriz – SHPP, prendeu Emerso Vieira Correa, acusado de assassinar Carina na madrugada de domingo (20). A vítima foi abandonada sem roupa às margens da BR-010.

A prisão de Emerson se deu através de um mandado de prisão temporária expedido pela Justiça.

Através de diligências investigativas, a equipe teve conhecimento do envolvimento da vítima com Emerson e que estes se encontraram momentos antes do desaparecimento de Carine.

De acordo com a polícia, o autor do assassinato teria cometido o crime na casa em que residia atualmente com sua companheira, que encontra-se viajando. Ele levou o corpo da mulher dentro do carro da sua mulher.

Após a ação, Emerson teria dito aos familiares que iria para a cidade de Palmas (TO), onde já havia residido. No entanto, se apresentou na Delegacia de Imperatriz.

Em depoimento, o indivíduo afirmou que o homicídio aconteceu em razão de desentendimento entre ambos, relatando que matou a vítima com uma marreta e que após o ato, se desfez dos bens da jovem, incluindo o aparelho celular desta. Negou, ainda, que o ato tenha se pautado em qualquer ritual ligado ao candomblé.

Jornalista é preso por agredir e manter esposa e filhos em cárcere privado em Imperatriz

O jornalista Alex Alves foi preso, nesta terça-feira (8), acusado de agredir e manter em cárcere privado a esposa e os filhos em Imperatriz.

Segundo informações preliminares, a denúncia foi feita pela filha do casal para a equipe da Ronda Escolar, que acionou a Patrulha Maria da Penha.

Na ocasião, a filha, que estava na escola, afirmou que a mãe era agredida, que os filhos eram proibidos de sair para estudar, não poderiam usar celular.

“Ela relatou que apanhou do pai, que já chegou muito machucada na escola. O diretor informou que já estava sabendo dessa situação há mais de 10 meses. Hoje a aluna saiu decidida a ajudar a mãe”, disse a policial que atendeu o a ocorrência.

Ao chegar na casa do jornalista, os policiais encontraram a vítima bastante nervosa, pedindo socorro. A esposa afirmou que era mantida em cárcere privado e agredida há bastante tempo por Alex.

Além disso, o jornalista proibia o contato dos familiares com a mulher os filhos. Em 2017, a Justiça concedeu uma medida protetiva para a vítima, mas que já venceu, após isso, o marido intensificou as agressões.

De acordo com a PM, Alexa Aves falou que se tivesse uma arma de fogo iria matar a esposa.

O jornalista, que é dono do canal no Youtube Focalizando, foi encaminhado para a Delegacia, onde será autuado pela Lei Maria da Penha.

Neto Ferreira

Juiz barra esquema de Eric Costa com candidato a prefeito de Imperatriz

Eric Costa

A decisão do juiz Antonio Elias de Queiroga Filho determinou o bloqueio dos bens, do prefeito Eric Costa de Barra do Corda e outros cinco envolvidos em uma licitação com uma gráfica da cidade de Imperatriz.

O juiz determinou, o bloqueio dos bens de Richardson Lima, lançado na semana passada pelo PSDB, como pré-candidato a prefeito de Imperatriz para as eleições de 2020. Segundo o juiz a gráfica Cruz e seu representante Richardson Lima foi a principal beneficiária do esquema de direcionamento e fraude no certame. O contrato de 2.417.518,00 dois milhões quatrocentos e dezessete mil quinhentos e dezoito reais.) resultou em bloqueio de bens no mesmo valor dos envolvidos.

Richardson Lima candidato a prefeito em Imperatriz

 

Esquema 

Segundo apurado o esquema entre Eric e a gráfica de Richardson Lima vem se arrastando desde 2013, o valor de preços superfaturados, as fraudes nos processos licitatórios devem culminar em prisão dos envolvidos, inclusive do prefeito de Barra do Corda.

Enquanto Flávio Dino “dorme no ponto” Roseana é recepcionada por multidão em Imperatriz

Uma multidão prestigiou na manhã deste sábado (10), o encontro do MDB promovido pelo prefeito Assis Ramos e o presidente do diretório municipal, Antônio Leite, que recepcionou a caravana da guerreira, como foi batizada por simpatizantes a pré-campanha de Roseana Sarney ao Governo do Maranhão.

O encontro reuniu diversas lideranças políticas do Estado e do País, como o senador Edison Lobão, que disputará a reeleição; o Ministro do Meio Ambiente e pré-candidato ao senado, Sarney Filho (PV); deputados federais e estaduais; prefeitos e ex-prefeitos da Região Tocantina; vereadores e ex-vereadores; lideranças comunitárias, classistas e políticas.

Toda a aérea interna e externa do Palácio do Comércio ficaram lotadas por pessoas que foram sinalizar seu apoio ao projeto “Volta, Roseana”. Teve apresentação de Bumba-Meu-Boi por um grupo de jovens que lembraram a época que a cultura era valorizada no Maranhão.

O ato político filiou diversas lideranças políticas, entre eles o vice-prefeito, Pastor Alex, que disputará uma vaga na Assembleia Legislativa do Maranhão, que teve a ficha de filiação abonada por Roseana.

Em seu discurso, Roseana conclamou a população para fazer uma reflexão e comparar que mais fez pelo Maranhão, citando diversas obras executadas, inauguradas e iniciadas em sua gestão. São hospitais, postos de saúde, escolas, prédios na área social e de segurança pública, emprego, além de estradas, muitas estradas.

A oposição bem que tentou desqualificar o evento, mas não foi possível, devido sucesso que foi o ato em favor de Roseana que deverá repercutir nos quatros cantos do Maranhão, inclusive no Palácio dos Leões, que é de onde sai as ordens para o jogo sujo da esquerda contra a ex-governadora. Terão que engolir atravessado o sucesso do evento.

O sucesso do encontro teve uma articulação incontestável do prefeito Assis Ramos que caiu em campo, mostrou força política e deverá comandar a campanha de Roseana na Região Tocantina.

PM prende suspeito de vários estupros em Imperatriz

Após levantamentos e incursões em bairros, a Polícia Militar, prendeu o principal suspeito de promover uma onda de terror ao invadir casas e cometer estupros no Teotônio Vilela, residencial que integra o programa social “Minha Casa Minha Vida”, na área do Bom Jesus, em Imperatriz, sudoeste do Estado. O suspeito preso foi identificado como Elvis Brito Ribeiro, 35 anos.

O comando do 14º Batalhão da PM informou que a prisão do suspeito foi possível após trabalho do Grupo de Serviço Avançado (GSA) do Serviço de Inteligência (SI) com o apoio da patrulha da área.

Elvis Brito foi preso por volta das 19h desta quarta-feira (7). Horas antes, segundo a PM, ainda, perseguiu duas irmãs, uma criança e uma adolescente, enquanto estas realizavam o percurso até a casa em que habitam. O indivíduo aproveito-se da escuridão, ocasião em que insistiu e tentou persuadir as irmãs a acompanhá-lo até uma região de matagal.

Elvis já responde judicialmente por sete crimes envolvendo ameaça, lesão corporal dolosa, violência doméstica e furto, mas se encontrava em liberdade.

No bairro, já houve varias denúncias de estupro ou tentativa de estupro atribuídas ao homem que foi reconhecido como o estuprado por uma das vítimas, uma mulher, atacada no dia 25 de fevereiro no bairro Teotônio Vilela.

O suspeito foi conduzido pelos policiais até o Plantão Central da Delegacia Regional de Segurança para os procedimentos legais.