O descaso do Governo do Maranhão com a saúde pública de Carutapera

A saúde pública no Maranhão tem se revelado um verdadeiro martírio para sua gente. Insuficiência de profissionais, infraestrutura precária e superlotação são algumas das mazelas de um sistema fragilizado  e pelo descaso de seus governantes.

Com o município de Carutapera a situação não é muito diferente. O Governo do Maranhão vem se mostrando desrespeitoso e inexistente para população de Carutapera.

O Blog recebeu varias fotos que comprovam as péssimas condições da única  ambulância  que era utilizada para o transporte de pacientes do município. Enquanto o Hospital Regional já recebeu R$ 1,7 milhão em recursos, o Município de Carutapera está tendo gastos com a remoção de pacientes de emergência para São Luís.

Há seis anos, a Unidade de Saúde  passa por reforma que nunca foi concluída pelo estado, afetando atendimento não só de Carutapera, mas também das cidades  vizinhas como Godofredo Viana,  Cândido Mendes, Amapá do Maranhão e Luís Domingues.

MP pede a Justiça que Governo do Maranhão reforme o Mercado do Peixe

Mercado do Peixe de São Luís Foto: Reprodução/TV Mirante

O Ministério Público do Maranhão (MP-MA) ingressou uma Ação Civil Pública contra o Governo do Maranhão para que sejam feitos trabalhos de saneamento e reforma na parte externa do Mercado do Peixe, em São Luís.

As irregularidades foram atestadas em relatório técnico de inspeção sanitária realizado em 2015 pela Superintendência de Vigilância Epidemiológicas e Sanitária Municipal de São Luís. Os inspetores sanitários classificaram como “inaceitáveis” as condições das atividades de desembarque, manuseio e comercialização de peixes e mariscos com risco de ocasionar doenças transmitidas por alimentos contaminados.

Segundo o MP-MA, a estrutura externa do mercado está em condições precárias e as condições sanitárias estão insalubres. O Ministério Público também denuncia a permanência de lixo e esgoto a céu aberto no local.

“Todos os consumidores, diretos e indiretos, acabam sendo prejudicados e submetidos a situação degradante, em virtude do iminente risco à saúde pública que pode ser ocasionado pela contaminação dos produtos ali comercializados”, declara a promotora de justiça Márcia Lima Buhatem.

Na ação, a promotora também pede que a Justiça obrigue o Estado a construir boxes padronizados com revestimento e cobertura; ponto de água em todos os boxes; além de sistema de esgotamento de líquidos e sólidos. O MP também quer a um prazo a divulgação, em 30 dias, de um cronograma de obra como forma de garantir o seu acompanhamento.

Com informações do G1

Joaquim Figueiredo assumirá interinamente o Governo do Maranhão

Na próxima quinta-feira(25), o presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão, desembargador Joaquim Figueiredo, assume interinamente o Governo do Estado.

Joaquim Figueiredo assume o Governo Estadual em razão do afastamento do governador Flávio Dino, do vice-governador, Carlos Brandão e do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Othelino Neto.

A solenidade de posse será prestigiada por autoridades do Poder Judiciário, Legislativos Federal e Estadual e do Ministério Público.

Com o afastamento de Joaquim Figueiredo ,o desembargador Lorival Serejo assumirá a  presidência do Tribunal de Justiça

No Governo Flávio Dino mais de 11.414 veículos de maranhenses já foram leiloados, o povo vai mesmo aguentar isso até 2022 ?

Muitas pessoas com conhecimento de causa da política do Maranhão erraram feio quando pensaram que os maiores adversários do Governador Flávio Dino para as eleições deste ano seria a família Sarney, como confirmado pelo mais “novo” do clã Sarney, Adriano Sarney em rápida conversa com o blog do Werbeth Saraiva ” O nosso maior cabo eleitoral é o próprio governador” desde o começo do ano a CPRV (Companhia de Policiamento Rodoviário Estadual) E o Batalhão de Polícia Militar Rodoviária (BPRv) vem botando “quente” nas aplicações de multas e apreensões de veículos em todo o estado, o que vem gerando uma revolta generalizada em todos os Maranhenses inclusive naqueles que estariam com seus votos “certos” para o comunista.
O que circula no estado é que o próprio governador ordenou que o trabalho para conter é punir infratores no trânsito da capital e dos interiores seja intensificado, e que alcance a todos, o que resultará em uma arrecadação recorde para o estado. Esse ano de 2018 sendo um ano eleitoral, o reclame é generalizado, as constantes multas, apreensões e os rápidos”leilões” que vem sendo organizado em tempos recordes pelo governo do Maranhão está prejudicando e muito o comunista. Quem visita o interior do estado sabe de perto a revolta popular, a situação tende a ficar incontrolável, a população está sendo punida, e não está vendo retorno do dinheiro “tomado” dos “infratores,” a realidade no governo Dino é oposta ao que deveria ser, pois os problemas com segurança pública, péssima situação de rodovias, e entre outros só aumentam. Mais enquanto isso Flávio Dino leiloou 3.211 veículos só em 2015; em 2016, o número cresceu para 3.411. Em 2017, o número subiu para 4.792. Ao total, em apenas 3 anos, Flávio Dino já levou a leilão 11.414 veículos de maranhenses.
O Maranhense vai “aguentar” isso até 2022?

Com jatinho pronto, mãe desiste de clínica particular e opta por hospital público de Balsas

O parto de Miguel seria delicado. Após um quadro de diabetes gestacional, infecção no sangue, perda de líquido amniótico e outras complicações, a equipe particular de especialistas que acompanhava Anne Evellyn Fortes Camera recomendou uma cesariana com 33 semanas de gestação. Em condições normais, o parto seria feito somente com 40 semanas.

Com o diagnóstico de parto de risco, Anne e o marido, o empresário e produtor rural Régis Bedin Camera, começaram uma corrida em busca da vida e da saúde do segundo filho. A família mora na cidade de Balsas.

 

“A gente já estava com o avião particular para ir para Araguaína ou Goiânia. A minha obstetra queria para Araguaína porque seria mais perto e nós queríamos em Goiânia, porque teríamos onde ficar lá”, contou Anne. A família estava num dilema.

Filho de Balsas

Nada disso foi preciso, entretanto. Antes de pegar o avião, a família tomou outra atitude. “Entramos em contato com o diretor do hospital Macrorregional daqui de Balsas e ele nos garantiu: ‘Podem confiar, o hospital está pronto para atender’”, conta a mãe.

No início, Régis e Anne ficaram reticentes, com receio de que um hospital público não pudesse oferecer a mesma qualidade de uma clínica privada. Mas logo perceberam que o Hospital de Balsas, inaugurado pelo Governo do Maranhão em setembro de 2017, estava preparado. O jatinho, então, foi dispensado.

No dia 27 de outubro do ano passado, Miguel nasceu; e logo após o parto, que foi um sucesso, foi internado na UTI Neonatal. Ele ficou em uma incubadora, onde ficou recebendo as medicações e sendo acompanhado.

A mãe teve atendimento especializado inclusive para tratar o quadro de tensão durante o período, que acabou prejudicando o problema anterior de hérnia de disco. “Fui acompanhada por fisioterapeutas, fonoaudiólogos, deu tudo certo”, diz Anne.

O pai, Régis, também ficou só alegria: “Pra mim, era importante ver meu filho nascendo em Balsas, na nossa origem mesmo. Foi uma grande alegria. Só tenho a agradecer a toda a equipe e elogiar a estrutura apresentada”.

Anne e o esposo Regis na UTI Neonatal do Hospital. (Foto: Arquivo pessoal)

Sobre a dúvida e a confiança de realizar o parto em um hospital público, na cidade de Balsas, Anne não esconde a admiração: “Com certeza foi a melhor decisão! Sabíamos que o hospital era novo, mas não imaginávamos que seria tão bom! Desde o segurança da portaria, os médicos, enfermeiros, foi tudo como hospital de cidade grande! A limpeza, então…”.

Anne também reconhece a importância da unidade hospitalar para outras mães da região: “É muito bom, a gente precisava demais. Imagina quantas mães tinham que sair antes atrás de um hospital em outra cidade numa situação tão delicada como essa”.

Alta Complexidade

De acordo com o diretor do hospital, Eliabe Wanderley da Silva Aguiar, o parto de Miguel foi apenas um dos muitos que o hospital vem fazendo desde que foi inaugurado. Ele também confirma o preparo da unidade tanto em relação à estrutura e equipamentos quanto aos profissionais.

“Temos atualmente uma taxa de 51% de partos cesariana. Nossa meta é baixar esse número e diminuir o índice de transferência de paciente neonatal. Esse caso do Miguel foi um grande exemplo para nós de que estamos preparados para cuidar com muito carinho e comprometimento das futuras mães que terão seus filhos em Balsas”, ressalta.

Responsabilidade em números 

O Hospital Regional de Balsas oferece serviços de média e alta complexidades, entre eles o de assistência materna de urgência e emergência obstétrica 24h. Ele é referência para, pelo menos, 14 municípios da região.

A unidade de saúde possui 4.000 m² e 50 leitos disponíveis, com dez leitos de UTI Adulto, seis de Unidade de Cuidado Intermediário Neonatal Convencional e quatro de Unidade de Cuidado Intermediário Neonatal Canguru.

Diariamente são 815 atendimentos, entre consultas e exames nas áreas de clínica médica, ginecologia, obstetrícia, cirurgia geral e pediatria, além de exames laboratoriais e diagnósticos em oftalmologia e cardiologia; e serviços de diagnóstico por imagem como ultrassonografia, mamografia, exames de radiologia, tomografia e endoscopia.

Instituto Escutec aponta:Flávio Dino tem 36% e Roseana aparece com 32%

 

A ultima pesquisa da Escutec revela que Flávio Dino e Roseana Sarney estão separador por uma diferença percentual de menos 4 pontos. O atual governador apareceu com 36% e a ex-governadora com 32,4%.

O deputado estadual Eduardo Braide apareceu com 9,8%; o senador Roberto Rocha com 5,2%; a ex-prefeita de Lago da Pedra com 3,2% e o ex-secretário de Saúde, Ricardo Murad com 3%.

Nenhum deles representa 4,2% e não souberam ou não responderam 6,2%.

A pesquisa foi contratada por Cordeiro Filho Consultoria e realizada entre os dias 9 e 13 de dezembro, escutando 2 mil eleitores. A margem de erro é de 2% para mais ou para menos.

informações Diego Emir