Eleições 2020: Depois de Yglésio, pré-candidatos lembram que Teresina é modelo de gestão

Yglésio em conversa com prefeito de Teresina

Eleição é uma guerra de narrativas. Quem tem a melhor narrativa larga na frente e pode até ganhar a eleição. No meio tempo, há as narrativas recontadas por pré-candidatos que mostram que estão somente na marola. O deputado estadual Yglésio – pré-candidato a prefeito de São Luís – esteve semana passada com o prefeito Firmino Filho para conhecer a gestão da capital do Piauí. Depois disso, outros pré-candidatos começaram a enxergar em Teresina o exemplo de gestão.

A diferença é que o deputado Yglésio, presidente da Comissão de Assuntos Municipais da Assembleia Legislativa, tem tratado dos temas metropolitanos da forma correta com estudo e intercâmbio. Buscou ainda no primeiro semestre uma visita aos órgãos administrativos da prefeitura de Curitiba, uma cidade-modelo para todo o Brasil e recentemente, em Teresina, cidade que tem muitas características em comum com a capital maranhense.

O editor deste blog foi convidado para a viagem à Teresina e acompanhou a interação de alto nível entre o prefeito Firmino Filho e o deputado Yglésio. A conversa fluía entre os dois e ambos sabiam do que estavam falando. Diferente do que tem se observado nos demais pré-candidatos que citam Teresina por apenas citar. Ou melhor, por ver um oponente em ascendência mergulhar em soluções administrativas que requer uma capital. Enquanto Teresina é usada como case de sucesso, Yglésio sabe a fundo o que Teresina tem a ensinar para São Luís.

Hoje citam Teresina e amanhã pode ser Boa Vista, próxima Prefeitura a ser visitada pelo deputado Yglésio.

Gestão de Edvan Brandão é caótica em Bacabal

Após assumir a Prefeitura de Bacabal interinamente, o vereador Edvan Brandão (PSC) jogou os índices de desenvolvimento da cidade lá para baixo.

Durante a breve gestão do parlamentar, a população viu o município regredir nos setores de educação, saúde e infraestrutura.

Nas ruas, não é raro ouvir reclamações dos moradores. Uma das principais é que a economia já está quase parando, o comércio local anda às moscas.

Os hospitais estão precários, bem como as escolas, que não oferecem uma merenda de qualidade para os alunos, falta higiene nos banheiros, há carteiras quebradas por todos os lados. Um abandono total.

A situação em Bacabal é lamentável!

Edvan Bradão assumiu a Prefeitura de Bacabal após o prefeito eleito José Vieira ser cassado pela Justiça. Ele está concorrendo ao cargo de prefeito nas eleições municipais suplementares de 2018, que ocorrerá em 28 de outubro.