Olha aí, Felipe Camarão! Alunos do ensino médio de Maranhãozinho estão sendo humilhados com escola precária e falta de professores

SALAS DE AULA DA ESCOLAS DO ESTADO EM MARANHÃOZINHO

A situação vivida pelos estudantes do Ensino Médio em Maranhãozinho é realmente deplorável, de acordo com denúncias enviadas ao blog, quem quer progredir de ano precisa de muita força de vontade, já que, não é fornecido nem o mínimo exigido para que os mesmos possam ter uma boa experiência educacional.

Os alunos da escola C. E. M. Espíndola de Araújo Silva Anexo II, além de contar com as péssimas condições da escola estão sendo prejudicados com a falta de professores.

“Estamos vivendo dias difíceis, estamos estudando em condições sub-humanas, nossa escola não tem um ventilador que esteja funcionando, a fiação elétrica tem mais de vinte anos da ultima manutenção. A escola não tem bebedouros, estamos trazendo água de casa para beber. Outro dia, um ventilador velho pegou fogo, por pouco não ocorreu uma tragédia.” Não sabemos mais quem procurar. Rechaçou um aluno ao blog. 

O blog entrou em contato com a secretária de educação do estado para apurar as denúncias, mais até o momento não obteve retorno. O espaço está aberto.

VEJA AS IMAGENS QUE COMPROVAM A VERDADEIRA HUMILHAÇÃO VIVIDA PELOS ALUNOS DO ENSINO MÉDIO DE MARANHÃOZINHO; 

CONDIÇÃO DO ESPAÇO RECREATIVO DA ESCOLA

SALAS DE AULA DA ESCOLAS DO ESTADO EM MARANHÃOZINHO

CONDIÇÃO DAS SALAS DE AULAS

AVISO…

VERGONHA! Escola recém-reformada por Flávio Dino, alaga e deixa alunos revoltados em Zé Doca

Alunos tentando tirar aguá de escola inundada em Zé Doca

A situação dos alunos da escola do estado de Zé Doca, Centro de Ensino Nelson serejo de Carvalho, é critica e vergonhosa para o governo do estado.

Teto de escola recém reformada em Zé Doca

De acordo com denúncias enviadas ao blog, os alunos esperaram sete meses para conclusão de uma reforma na escola, com isso o ano letivo de 2018 foi todo comprometido, fazendo com que só agora em março o ano letivo fosse concluído, não bastasse isso após a reforma os alunos estão tendo que conviver com alagamentos na parte interna do prédio escolar.

O descaso com a educação estadual em Zé Doca…

Nós alunos esperamos 7 meses para uma reforma, agora acabou a reforma, nós terminamos nosso ano letivo de 2018 esse mês. Agora eles estão querendo transferir nós para outra escola, querem botar o pessoal do IFMA lá no nosso lugar e depois dessa reforma que fizeram, não pode chover, que alaga tudo.” Rechaçou um dos alunos indignado com a situação.

A obra no mínimo foi super faturada…

VEJA O VÍDEO; 

Acusados de contrabando são presos com whiskis e cigarros

erestadual do DRCO Pará, com apoio de Policiais da Delegacia de Investigações Criminais (DEIC) e do GOTE, prendem quadrilha especializada em roubo de cargas que atuava em vários estados da federação.
Durante ação houve cumprimento de Mandados de Busca e Prisão em desfavor de assaltantes de cargas que estavam domiciliados em Araguaina, resultaram na prisão de Ivani Soares de Freitas, 53 anos e Ezequiel Aves Viana, 33 anos.
Com eles foram encontrados contrabandeados cigarros, whiski, suprimentos, entre outros produtos. Ambos foram conduzidos para Deic e posteriormente serão recambiados para o Pará, Estado de origem dos crimes praticados pelos suspeitos.

Sarney “levanta do trono” e sai em defesa da filha!

Em artigo publicado na edição deste
domingo (8) no jornal O Estado do Maranhão, de propriedade de sua
família – mas que já circula em São Luís neste sábado (7) -, o
ex-senador José Sarney (PMDB-MA) disparou contra o procurador-geral da
República, Rodrigo Janot, por ter incluído sua filha, a ex-governadora
Roseana Sarney (PMDB), na “cloaca” – termo utilizado pelo peemedebista –
da lista dos políticos que serão investigados no Supremo Tribunal
Federal (STF) pela Operação Lava Jato, e associou a abertura do
inquérito contra sua filha, a ex-governadora Roseana Sarney, à rejeição,
pelo Senado, em 2009, da indicação do procurador Nicolao Dino, atual
secretário de Relações Institucionais da Procuradoria Geral da República
(PGR) e irmão do governador Flávio Dino (PCdoB), para o Conselho
Nacional do Ministério Público (CNMP). Na época, Sarney presidia o
Senado.

O irmão do governador do Maranhão e braço direito de Janot na PGR, Nicolao Dino Cecília Bastos“Cabeça coroada” O irmão do governador do Maranhão e braço direito de Janot na PGR, Nicolao Dino

Apesar
de Janot só ter assumido a PGR em setembro de 2013, ou seja, quatro
anos após a negativa do Senado a Nicolao, o chefe do clã maranhense
atribuiu a abertura da investigação contra Roseana, suspeita de ter
recebido dinheiro do esquema de desvio de recursos da Petrobras, a uma
“vingança” do procurador-geral da República.

Um cabeça coroada do órgão, cérebro e braço direito do dr. Janot, foi
recusado para o CNMP pelo Senado. Agora, o dr. Janot, em solidariedade
ao colega, coloca mal a instituição MP. Como vem fazendo desde a última
eleição, quando pediu intervenção federal no Maranhão e perseguiu a
governadora Roseana Sarney no episódio de Pedrinhas, resolve vingar-se
de mim, atribuindo-me a culpa pela recusa do amigo – acusou Sarney.
Disparando
contra o irmão do governador do Maranhão, Sarney diz ainda que não teve
qualquer responsabilidade na negativa do Senado à indicação de Nicolao
Dino.
– Eu não votei, não presidi a
sessão que recusou seu nome, e nem sabia da votação. Agora, o dr. Janot,
na sua escolha da lista dos destinados autos de fé, inclui Roseana
nessa cloaca – criticou.
Em defesa da
filha, Sarney alega que Roseana Sarney não deveria ser investigada
porque, segundo ele, há contradições entre os depoimentos do ex-diretor
da Petrobras e o doleiro Alberto Youssef.

Evidentemente, o dr. Janot fez uma escolha e usou a instituição
Ministério Público para sua atuação, nessa escolha de a quem denuncia ou
não, atarefado com sua própria eleição nestes dias – atacou.
Luis cardoso

Dino cobrará contratos inacabados na gestão Roseana Sarney!

O Governo do Estado está intensificando a fiscalização de obras civis
e rodoviárias iniciadas na gestão passada e que não foram concluídas.
Fiscais da Secretaria de Estado da Infraestrutura (Sinfra) estão
percorrendo todo o estado para elaborar relatórios técnicos sobre o
estado de cada obra. Após a entrega dos relatórios serão encaminhadas as
medidas necessárias ao cumprimento dos contratos.
De treze obras civis em andamento, duas já foram concluídas, estádio
Castelão e a reforma do Solar do Outono, ambos na capital. Há outras
obras importantes para o desenvolvimento de diversas regiões que não
foram entregues pela gestão passada e estão atrasadas. Os técnicos da
secretaria vão intensificar a fiscalização e chamar as empresas para que
concluam os serviços.

Um exemplo é o ginásio Costa Rodrigues, que foi inaugurado no dia 30
de dezembro de 2014, mas ainda há serviços pendentes, como a conclusão
dos banheiros e a instalação de um elevador para cadeirantes
Neto ferreira!