Ana Paula será usada para limpar fama de machista carregada por Flávio Dino

Apesar de, em seus dois mandatos, sustentar que o seu governo era para todos os maranhenses, fora o discurso de revolução após ter derrotado a Família Sarney nas urnas, Flávio Dino (PSB) manteve um governo totalmente composto por homens ao longo de mais de sete anos. Mulheres quase nunca tiveram vez e voz quando tratamos de representantes em pastas.

Secretarias expressivas, com grande participação na vida do maranhense, como Educação, Saúde e Cidades, sempre tiveram homens como chefes dessas pastas, restando às mulheres cargos de segundo escalão, isto é, de substituição em casos esporádicos — e por tempo mínimo.

Em todo o governo, as únicas secretarias e órgãos que tiveram mulheres à frente foram a Secretaria da Mulher, com a deputada Ana do Gás (PC do B) que, obviamente, não poderia ter um homem; e o DETRAN, com a então diretora-geral Larissa Abdala, exonerada para dar lugar a um homem: Fracisco Nagib. Cenário que sustenta um machismo estrutural dentro do “Governo de todos nós”, que não demonstrava interesse algum pela participação feminina em assuntos diretos do governo.

Essa situação não se limitava à estrutura governamental, mas se estendia a eventos políticos. Em 2015, Dino já agiu com viés machista em evento em Lago da Pedra. Na ocasião, a prefeita Maura Jorge (PSDB) se viu silenciada pelo então governador do Estado, que não deu a oportunidade de se pronunciar diante da população presente.

“Infelizmente, o governador não ouviu a voz do povo e foi ouvir a voz de meia dúzia, que não entende o que é democracia e o papel do Executivo no município. Só queríamos dar as boas-vindas ao governador. Apenas isso”, disse Maura à época.

Além de Maura, a prefeita Belezinha (PL), em 2021, que é aliada de Josimar de Maranhãozinho (PL), após ter dito em vídeo que não havia recebido suporte financeiro do Governo para a saúde, refutando informação dada por Flávio Dino, foi escorraçada dentro da própria ‘casa’, em evento no município de Chapadinha.

Dino disse, ao lado da prefeita, em meio a dezenas de pessoas, que as pessoas “na internet, se transformam e se danam a mentir”, fazendo referência à fala da prefeita. Na ocasião, era nítido o sentimento de constrangimento por parte de Belezinha.

Sabendo da bagagem negativa em relação às mulheres, Flávio Dino, agora, em busca do cargo de Senador, deve utilizar em seu discurso eleitoral que, em sua suplência, terá uma mulher, a vice-prefeita de Pinheiro, Ana Paula (PDT) que, em momentos de um eventual mandato, assumirá o cargo de senadora da República. Ao lado de Ana Paula, que tem representatividade feminina na política, Flávio Dino deve ‘limpar’ a sua imagem.

Subindo nas costas daquelas com as quais age com tratamentos ruins, antiéticos e, de longe, lamentáveis.

Edivaldo será candidato a governador pelo PTB, garante Mical

EX-PREFEITO DE SÃO LUÍS, EDIVALDO HOLANDA JR

A presidente estadual do PTB, a deputada Mical Damasceno, garantiu ao blog do WS que o ex-prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Jr será candidato ao Governo do Maranhão pelo PTB.

A presença de Edivaldo poderá mudar os rumos das eleições e atrair uma militância orgânica pelo nome do ex-prefeito. O PTB a cada dia mais tem se aproximado do eleitor evangélico e conservador.

FIEMA: Edilson Baldez ancorado 12 anos na presidência

O presidente da Fiema, Edilson Baldez

O presidente da Fiema, Edilson Baldez das Neves, está prestes a completar 12 anos à frente do órgão do Sistema S no Maranhão. Este ano, finda mais um mandato de Edilson, que o ciclo oligárquico na Fieme teve início nos idos de 2009 e o último mandato iniciou em 2017.

A previsão orçamentária da Fiema, em 2021, é de R$ 44,2 milhões. Apesar de ser uma entidade privada, o Sistema S recebe recursos públicos e como uma instituição que representa o grande empresariado maranhense e interesses do desenvolvimento do estado, deve adotar políticas de compliance e a perpetuação em um alto cargo está fora de qualquer instituição séria, privada ou pública.

Em 2020, o senador Rogério Carvalho (PT-SE), apresentou um Projeto de Lei com o intuito de dar mais transparência e facilitar o acompanhamento dos usos dos recursos do Sistema S. De acordo com o texto, os Serviços Sociais Autônomos vão ser obrigados a adotar o Manual de Contabilidade Aplicada ao Setor Público (MCASP)

As entidades são mantidas pelas contribuições, pagas compulsoriamente pelos empregadores, que incidem sobre a folha de salários com alíquotas variadas. Quem recolhe as contribuições é a Receita Federal, mas o dinheiro é repassado às entidades, não entrando nas estatísticas de arrecadação federal. Em 2019, o Sistema S arrecadou cerca de R$ 18 bilhões.

No Maranhão, a gestão de Edilson tem sido avalizada pelo Conselho Regional, mas isso não significa, necessariamente, que Edilson Baldez tenha feito uma administração proba ao longo do seu “reinado”. O nível de aprovação pode perpassar pelas regalias bancadas com o dinheiro do empregador contribuinte. Só em diárias para viagens nacionais, a Fiema pretende gastar R$ 851.529,28 este ano. Para condecorar “os seus”, a Fiema planeja usar R$ 82.210,00. É desta forma, que o presidente Edilson Baldez disputará mais um cargo?

MPMA adverte partidos sobre preenchimento mínimo das cotas de gênero

O Ministério Público do Maranhão expediu Recomendação aos partidos políticos dos municípios de Cidelândia, Itinga do Maranhão e São Francisco do Brejão para que observem o preenchimento de no mínimo 30% e no máximo de 70% para candidaturas de cada sexo.

O documento ressalta que os partidos devem considerar também a diversidade de gêneros, mantendo as proporções originárias durante todo o processo eleitoral.

O representante ministerial adverte que o descumprimento da regra proporcional implica indeferimento do pedido de registro do partido político, de acordo com a Resolução 23.609/19 do Tribunal Superior Eleitoral, com repercussão sobre todos os pedidos de registros de candidaturas vinculados.

O promotor de justiça alerta ainda sobre as candidaturas fictícias, com gastos de campanha inexistentes ou irrisórios e votação ínfima, que são consideradas fraudulentas e caracterizadas como abuso de poder político ou fraude eleitoral, acarretando o indeferimento ou a cassação de todos os candidatos do partido, mesmo que já eleitos.

“É importante que os partidos políticos observem o mínimo de 30% e o máximo de 70% para as candidaturas de gênero. E que estas candidaturas realmente estejam disputando votos da campanha, uma vez que será observada pelo Ministério Público a efetiva implementação da política de reserva de vagas”, destaca o promotor eleitoral Gleudson Malheiros.

 

Cidadania abre mão de projeto próprio para ser coadjuvante na chapa de Madeira

Senadora Eliziane Gama

Comandado com mãos de ferro pelo ex-deputado Roberto Freire, o Cidadania parece condenado à triste sina de existir na sombra da senadora Eliziane Gama. Na capital São Luís, o partido foi do apogeu à derrocada entre as eleições de 2012 e 2016.

Não fosse o governador Flávio Dino, em 2018, o ex-PPS estaria condenado à extinção. Foram mais de 1,5 milhão de votos que catapultaram Eliziane Gama ao Congresso Nacional, elevando as expectativas na legenda para o pleito de 2020.

A sete meses da eleição, o Cidadania parece não saber o que fazer. Após conversas com Duarte Junior, Yglésio Moyses, Jeisael Marx e Rubens Pereira Jr, todas candidaturas viáveis, a opção parece ser a do nome de Carlos Madeira, um ex-juiz desconhecido pela maioria da população de São Luís.

A opção, mais pessoal do que política, deve elevar Eliel Gama, irmão da senadora, à vaga de vice-prefeito de Madeira. Não porque ele acredite nas chances do dono do Val Paraíso Acqua Park, mas pelo que o poderio econômico e a visibilidade do pré-candidato do Solidariedade podem proporcionar. Eliel sonha com o cargo de deputado e fará tudo o que for possível para alcança-lo.

Malquisto pelo comunista Flávio Dino e por parte considerável da política local, Eliel pode decretar o fim do partido da irmã, sufocando qualquer possibilidade de ela alcançar a reeleição. Antes, claro, ele deve decretar o fracasso de Carlos Madeira, afastando o Palácio dos Leões de qualquer negociação com a chapa do Solidariedade à Prefeitura de São Luís.

E assim caminha o Cidadania, muito mais a serviço dos interesses da família Gama/Mello, equiparando-se à uma legenda de aluguel que suspende qualquer debate entre os seus filiados apenas para atender os interesses dos próprios donos.

Em entrevista à TV Mirante, Duarte Jr não confirma que é candidato a prefeito de São Luís

Durante entrevista ao Bom Dia Mirante, quando perguntado pelo jornalista Roberto Fernandes se seria pré-candidato a prefeito de São Luís, o deputado Duarte respondeu que agora era tempo de trabalhar. E relembrou que quando estava no Procon nunca tinha pensado em ser deputado estadual (tá bom, Duarte).

Com a resposta escorregadia, Fernandes então emendou: “Então você vai adiar o projeto?”, nesse momento o deputado voltou atrás: “De forma alguma, pode acontecer próximo ano”.

Roberto perguntou ainda se o partido ia liberar Duarte para ser candidato e ele respondeu: “Isso não depende de mim”. O blog já teve acesso a informação que o governador Flávio Dino teria dito a amigos que Duarte podia ser candidato mas só dependia dele. Mas parece que Duarte não entendeu isso e está esperando algum personagem da Marvel para lhe salvar.

Othelino e as eleições de Pinheiro…

Luciano Genésio, Flávio Dino, Leonardo Sá e Othelino Neto

Em entrevista nesta segunda-feira (5) ao programa ‘Ponto e Vírgula’ da Difusora FM, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Othelino Neto (PCdoB) disse que ainda não tem posição definida em relação às candidaturas de Luciano Genésio e Leonardo Sá. “Alguns defendem que eu não participe da eleição de Pinheiro, porém não sou de ficar em cima do muro e na hora certa anunciarei minha decisão”, declarou.

Vale ressaltar que Othelino sempre manteve agenda positiva em relação às demandas do maior município da baixada.

Em Newton Bello, Roberto do Posto sai fortalecido, e oposição sai menor do que entrou nas eleições

O “casal dobradinha da BR” Josimar Maranhãozinho e Detinha mais uma vez mostram sua força. Desta vez, Josimar concorrendo à vaga na Câmara Federal obteve por todo estado a expressiva quantia de quase 200.00 mil votos, e sua esposa Detinha pleiteando vaga na Assembleia Legislativa do Estado, pouco mais de 88.000 mil votos, sendo o deputado federal e deputada estadual mais bem votados desta eleição.

Em Newton Belo, Josimar Maranhãozinho alcançou 55,45% dos votos (2.899), e Detinha, por sua vez, 38,76% (2.005). Também sendo os candidatos mais bem votados do município, deixando para trás todos os outros concorrentes.

Essa expressiva votação, se deve por apoio do Prefeito Roberto do Posto, que sai fortalecido nessas eleições, sendo ele o grande apoiador local do “casal espoca urna do MA”. Enquanto isso, seus opositores locais não conseguiram margem de votos para seus respectivos candidatos, não alcançando nem a marca de 800 votos. O Gestor do município destaca a parceria com seus Deputados eleitos, sabendo que é de suma importância ter a força dos Legisladores para busca de melhorias para a cidade de Governador Newton Belo.

Diante do resultado das urnas no município de Newton Bello onde ex prefeitos não conseguiram obter 500 votos aos seus representantes, é possível afirmar que já não existe mais oposição no município.

Veja

Josimar Maranhãozinho deve anunciar Sarney Filho como segundo candidato ao senado apoiado pelo PR

O deputado estadual e pré candidato a federal Josimar Maranhãozinho que é presidente do PR no Maranhão deve anunciar nos próximos dias o nome de Sarney Filho como o segundo candidato ao senado apoiado pelo PR no estado. 

 Josimar que já declarou apoio recentemente ao pré candidato do palácio dos leões ao senado Weverton Rocha (PDT) e fez questão de “rifar” o nome de Eliziane Gama também pré candidata ao senador aliada do palácio dos leões. 

O blog foi informado que Alexandre Almeida candidato pela chapa de Roberto Rocha procurou a dias atrás maranhãozinho para um possível acordo mais a conversa não foi adiante. 

Josimar que é “velho” camarada de Sarney Filho deve mesmo garantir o nome de seu amigo nos próximos dias como seu segundo candidato ao senado. 

O blog vai confirmar em primeira mão.