Braide ‘Pisca-pisca’ planeja aumentar verba da propaganda para esconder sua incompetência

Enquanto os profissionais do socorrão faziam fila em frente ao hospital em busca de salários, Braide ‘Pisca-pisca’ enfeitava os carros de lixo com luzes do natal.

O prefeito de São Luís, Eduardo Braide (Podemos) encaminhou à Câmara Municipal de São Luís o Projeto de Lei nº 274/21 que estima a receita e fixa a despesa do município de São Luís para o exercício financeiro de 2022 através do Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA).

De acordo com projeto de lei, a gestão de Eduardo Braide prevê um aumento para Secretaria Municipal de Comunicação (Secom) de R$ 4.359.013,69. Ao todo, o orçamento da pasta ficou em R$ 15.709.880,00, diferente dos R$ 11.350.866,31 proposto no último ano da gestão de Edivaldo.

O PL de iniciativa do Executivo Municipal está acompanhado da mensagem nº 017/21 e foi encaminhado para a Comissão de Orçamento e Finanças, Planejamento e Patrimônio Municipal (COF) da Casa Legislativa na sessão ontem, 22.

Quando deputado, Eduardo Braide teceu várias criticas ao governo Flávio Dino, justamente pelo aumento do orçamento da comunicação em seu governo.

Josimar e mais cinco deputados Maranhenses abrem mão de benefícios na Câmara

Deputados que rejeitaram benefícios

Dos 18 deputados federais do Maranhão na atual legislatura, apenas seis optaram por não receber auxílio-moradia de R$ 4.253,00 e nem ocupar um imóvel funcional custeado pelos cofres públicos da Câmara dos Deputados.

O levantamento foi feito pelo ATUAL7 em dados do Portal da Transparência da Casa, nesta quarta-feira 6.

Até agora, dos 12 parlamentares que decidiram não abrir mão dos benefícios, oito escolheram ocupar um imóvel funcionar, e quatro recebem auxílio-moradia.

Os que rejeitaram os dois benefícios são: Eduardo Braide (PMN), Josimar Maranhãozinho (PR), Júnior Lourenço (PR), Gil Cutrim (PDT), Pedro Lucas (PTB) e Edilázio Júnior (PSD).

Já entre os que recebem reembolso para locação de imóveis na Capital federal, estão: Zé Carlos (PT), Bira do Pindaré (PSB), Márcio Jerry (PCdoB) e Cléber Verde (PRB).

Aparecem utilizando apartamentos bancados pela Câmara os deputados Pastor Gildenemyr (PSL), João Marcelo Souza (MDB), Hildo Rocha (MDB), Juscelino Filho (DEM), Aluísio Mendes (Pode), André Fufuca (PP) e Rubens Pereira Júnior (PCdoB) – que se licenciou do mandato há poucos dias. 

Segundo a Câmara dos Deputados, o uso dos privilégios é legal, cabendo a cada parlamentar aceitar pegá-los ou não. Aos que escolhem receber o o penduricalho, cabe também tentar convencer o eleitorado de que os pagamentos são honestos e apropriados.

Levantamento realizado pelo Atual7

Josimar quer o PR mais forte…

O deputado federal eleito Josimar Maranhãozinho tem trabalhado para fortalecer o partido no qual é presidente no Maranhão, o PR. 

 Segundo uma  fonte do blog bem próxima  ao deputado eleito Leonardo Sá, revelou que o deputado eleito pelo (PRTB) está prestes a se filiar no PR, partido comandado por Maranhãozinho, Leonardo busca um partido forte para emplacar sua candidatura à prefeitura de Pinheiro em 2020. O partido de Josimar deve contribuir na eleição de Leonardo no maior município da baixada. 

Outro deputado que está cogitado a se filiar no Partido da República é Rigo Teles, segundo apurado pelo blog, Rigo almeja estar em um partido forte para disputar a prefeitura de Barra do Corda em 2020 e cogita o PR. 

 O deputado Federal Eduardo Braide é outro cotado a se filiar no partido da república, PR, as conversas se iniciaram logo após o término das eleições de 2018, Braide no entanto demostrou paciência e inclusive foi sondado pelo PSL de Jair Bolsonaro, nos últimos dias uma conversa entre Braide e representantes do PR estadual e nacional, pode ter dado um desfecho ao possível “destino” partidário do deputado federal eleito Eduardo Braide.