Alvará Zero: primeiro ato de Eduardo Braide é acenar para empresariado, foi só um aceno

Como um bom bolsonarista, Eduardo Braide (Podemos), prefeito de São Luís, faz do seu primeiro “grande ato” de governo um aceno para os empresários de São Luís.

Depois do blog do Werberth Saraiva dizer que Braide ainda não havia lançado nenhum programa de impacto, Braide resolveu chamar a alteração de uma lei de programa, com o intuito de valorizar um ato que não deve ser significativo na vida do empresariado.

A lei que estende a isenção de alvará foi aprovada na Câmara Municipal de São Luís nesta segunda-feira (11) e só teve um objetivo: passar a impressão que está trabalhando muito no início de mandato. Na primeira coletiva, quando falou da criação, Braide disse que com o alvará zero o empresário iria atravessar pela crise da pandemia e ainda poderia contratar mais pessoas.

O que Eduardo Braide não contou foi o preço de um alvará. É um valor irrisório dentro do custo de uma empresa. Não daria, inclusive, para contratar um funcionário com a extinção do pagamento.

Na batida que a gestão Braide iniciou provou que ele vai conversar muito bem com as elites, enquanto com os mais vulneráveis Eduardo Braide ainda não deu nem tchau.

Para os amigos, tudo. Para os pobres, nada.

Nos primeiros dias, Eduardo Braide não anuncia nenhum programa de impacto


No meio da pandemia e da expectativa que gerou de que estava pronto, o prefeito de São Luís, Eduardo Braide (Podemos), ainda não anunciou nenhum programa que vá impactar a vida do ludovicense.

O choque de gestão, que ainda faltam nomes chaves para serem anunciados, não deve acontecer nos 100 dias. Só se Braide mudar o ritmo que adotou na primeira semana útil do seu mandato.

A gestão do prefeito anda patinando. Talvez a transição de Edivaldo / Braide anunciada como cordial e “cheia de informações” não aconteceu. Faltam números, metas, projetos e, principalmente, gestão.

Na educação, não se sabe como será o retorno às aulas. Na saúde, faltam ações no combate ao covid-19, vacina, e controle de danos econômicos. Na área econômica, anunciou a isenção de alvarás, mas nada que possa salvar e gerar novos empregos.

O blog torce para que os próximos dias, Eduardo Braide mostre realmente que está pronto.

Eduardo Braide desafia o MPE e participa da live do Boi de Morros

O deputado federal e pré-candidato a prefeitura de São Luís, Eduardo Braide, participou da live de uma brincadeira junina, Boi de Morros. Durante toda a live, o nome de Eduardo Braide foi veiculado de maneira incessante a todos que assistiam à apresentação.

Eduardo Braide chegou a gravar um vídeo que foi veiculado a todos que assistiam a transmissão na internet, na fala, Braide parabenizou a iniciativa do Boi de Morros, que segundo ele, a brincadeira mantém viva a tradição do São João e do Bumba meu Boi que é patrimônio cultural do mundo. Finalizou a sua fala, afirmando que “No ano que vem, nosso São João será maior e mais bonito”.

Recentemente o Procurador Regional Eleitoral no Maranhão, Juraci Guimarães Júnior, apresentou pedido às Promotorias Eleitorais do município de São Luís, com atribuição perante a 2ª, 76ª e 89ª zonas eleitorais, para que seja apurada possível prática de propaganda eleitoral antecipada em benefício do atual deputado federal Eduardo Braide (Pode/MA).

De acordo com o ofício, uma mídia de vídeo com pelo menos três inserções no último domingo (10) na programação da TV Mirante, afiliada na TV Globo, identifica a possível propaganda eleitoral antecipada do deputado.
Segundo o Procurador Regional Eleitoral, “o uso de promoção pessoal de pré-candidato por meio de publicidade bastante onerosa e de grande alcance como a publicidade em televisão, meio inclusive vedado no período eleitoral, traz contornos de propaganda eleitoral antecipada, que deve ser apurada pelo Ministério Público Eleitoral”, concluiu.

O deputado Eduardo Braide parece não está preocupado com a legislação, pois uma semana depois, ela aparece em live transmitida para milhares de pessoas que estavam assistindo à apresentação junina.

As transmissões de internet têm o poder semelhantes ao da TV, pois o vídeo fica disponível para quem quiser assistir. A live do Boi de Morros teve picos de audiência de até 5 mil pessoas simultâneas e já chega ao número de 26 mil visualizações.

A presença do nome de Eduardo Braide, tanto visual como falada, caracteriza promoção pessoal, o que é vedado em período eleitoral. Eduardo Braide deve ser investigado mais uma vez pelo MPE, por possível propaganda eleitoral antecipada.

Além de Eduardo Braide, o vereador de São Luís, Ivaldo Rodrigues apareceu na live e também deve ser investigado.

Pesquisa encomendada pelo palácio aponta queda de Eduardo Braide e não aponta crescimento de Eliziane Gama

Eduardo Braide

Aliados e pretensos aliados do deputado Federal Eduardo Braide (PMN), trataram de espalhar que uma pesquisa realizada por um conhecido instituto da grande ilha não teria descoberto a queda livre do deputado federal.

Ora, pesquisa para consumo interno não é obrigado ser divulgada, quem pagou divulga se quiser, simples.

A última pesquisa realizada em São Luís pelo instituto que trás o codinome da ilha do amor aponta sim a queda de quase dez pontos do pré-candidato Eduardo Braide.

O blog no entanto tomou conhecimento da pesquisa e dos resultados por meio de um deputado federal e ex-secretário do governo Flávio Dino.

E sobre os demais pré-candidatos, posso afirmar que Neto Evangelista (DEM), Birá do Pindaré (PSB) e Dr. Yglésio (PDT) oscilaram positivamente.

Outro factoide que desmonto aqui com clareza é que a senadora Eliziane Gama se quer apareceu na pesquisa.

  

Podem anotar!

Josimar e mais cinco deputados Maranhenses abrem mão de benefícios na Câmara

Deputados que rejeitaram benefícios

Dos 18 deputados federais do Maranhão na atual legislatura, apenas seis optaram por não receber auxílio-moradia de R$ 4.253,00 e nem ocupar um imóvel funcional custeado pelos cofres públicos da Câmara dos Deputados.

O levantamento foi feito pelo ATUAL7 em dados do Portal da Transparência da Casa, nesta quarta-feira 6.

Até agora, dos 12 parlamentares que decidiram não abrir mão dos benefícios, oito escolheram ocupar um imóvel funcionar, e quatro recebem auxílio-moradia.

Os que rejeitaram os dois benefícios são: Eduardo Braide (PMN), Josimar Maranhãozinho (PR), Júnior Lourenço (PR), Gil Cutrim (PDT), Pedro Lucas (PTB) e Edilázio Júnior (PSD).

Já entre os que recebem reembolso para locação de imóveis na Capital federal, estão: Zé Carlos (PT), Bira do Pindaré (PSB), Márcio Jerry (PCdoB) e Cléber Verde (PRB).

Aparecem utilizando apartamentos bancados pela Câmara os deputados Pastor Gildenemyr (PSL), João Marcelo Souza (MDB), Hildo Rocha (MDB), Juscelino Filho (DEM), Aluísio Mendes (Pode), André Fufuca (PP) e Rubens Pereira Júnior (PCdoB) – que se licenciou do mandato há poucos dias. 

Segundo a Câmara dos Deputados, o uso dos privilégios é legal, cabendo a cada parlamentar aceitar pegá-los ou não. Aos que escolhem receber o o penduricalho, cabe também tentar convencer o eleitorado de que os pagamentos são honestos e apropriados.

Levantamento realizado pelo Atual7

Josimar quer o PR mais forte…

O deputado federal eleito Josimar Maranhãozinho tem trabalhado para fortalecer o partido no qual é presidente no Maranhão, o PR. 

 Segundo uma  fonte do blog bem próxima  ao deputado eleito Leonardo Sá, revelou que o deputado eleito pelo (PRTB) está prestes a se filiar no PR, partido comandado por Maranhãozinho, Leonardo busca um partido forte para emplacar sua candidatura à prefeitura de Pinheiro em 2020. O partido de Josimar deve contribuir na eleição de Leonardo no maior município da baixada. 

Outro deputado que está cogitado a se filiar no Partido da República é Rigo Teles, segundo apurado pelo blog, Rigo almeja estar em um partido forte para disputar a prefeitura de Barra do Corda em 2020 e cogita o PR. 

 O deputado Federal Eduardo Braide é outro cotado a se filiar no partido da república, PR, as conversas se iniciaram logo após o término das eleições de 2018, Braide no entanto demostrou paciência e inclusive foi sondado pelo PSL de Jair Bolsonaro, nos últimos dias uma conversa entre Braide e representantes do PR estadual e nacional, pode ter dado um desfecho ao possível “destino” partidário do deputado federal eleito Eduardo Braide.