Revistas com propaganda de Duarte chegaram até às casas dos Procuradores do MPE

O Ministério Público Eleitoral ajuizou Representação por prática eleitoral irregular contra Hildelis Silva Duarte Júnior, mais conhecido como Duarte Jr., deputado estadual e pré-candidato ao cargo de prefeito de São Luís.

Assinada pela promotora eleitoral Moema Figueiredo Viana Pereira, a manifestação foi motivada pela distribuição de revistas, por meio do serviço dos Correios, às residências de eleitores, em desobediência à legislação eleitoral.

Como medida liminar, o Ministério Público Eleitoral requer a determinação da busca e apreensão dos exemplares (ainda não distribuídos) da revista, bem como da imediata suspensão da distribuição, com a notificação do gerente comercial da agência central de Correios, localizada na Praça João Lisboa, em São Luís, para que se abstenha de enviar o material ali existente.

Foi requerida igualmente a condenação do representado no pagamento da multa definida na Lei das Eleições e na Resolução nº 23.610/2019, do Tribunal Superior Eleitoral.

IRREGULARIDADES

As irregularidades chegaram ao conhecimento do Ministério Público por meio de publicação veiculada no blogue Online1, que noticiou a distribuição pelo deputado estadual Duarte Jr. de aproximadamente 201 mil exemplares da publicação em residências da capital.

Durante a investigação, o procurador regional Eleitoral, Juraci Guimarães Júnior, e o promotor eleitoral Pablo Bogéa Pereira Santos, informaram ter recebido um exemplar da revista em suas respectivas residências, acrescentando que o material fora enviado a inúmeros apartamentos dos prédios onde moram.

De posse do exemplar, o MP Eleitoral verificou que, contrariando a legislação eleitoral, não constam na revista informação sobre a tiragem e o número de inscrição no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) ou no Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) dos responsáveis pela sua confecção e contratação.

Na manifestação, a promotora destacou que, embora uma só revista seja suficiente para comprovar a irregularidade, foi expedido ofício à agência central dos Correios de São Luís, objetivando saber exatamente a quantidade de revistas distribuídas, os locais de distribuição e o valor do serviço contratado.

“A pretexto de prestar contas de sua atuação enquanto parlamentar, o representado, na verdade, promove a sua pré-candidatura, o que se revela não apenas pela excessiva quantidade de revistas distribuídas, mas, sobretudo, pelo conteúdo, que, além de vincular a sua imagem a projetos relacionados à saúde, educação, proteção aos animais, direitos do trabalhador e do consumidor, faz alusão a trabalhos futuros, mencionando expressamente que ‘muito ainda precisa ser feito’ e ‘acredite: juntos faremos muito mais’, referindo-se, por óbvio, à sua pretensa atuação como prefeito de São Luís”, enfatizou Moema Figueiredo Viana Pereira.

De acordo com a representante do MP, a publicação ressaltou, também, ações de Duarte Jr. quando era dirigente do Procon, o que revela que a propaganda não se restringe à sua atuação como parlamentar, não tendo o propósito de prestar contas de sua conduta e trabalho na Assembleia Legislativa, mas, sim, de demonstrar a sua performance na vida pública.

LEGISLAÇÃO

A manifestação do MP está fundamentada pelo artigo 36 da Lei nº 9.504/19974, que veda, expressamente, a divulgação de propaganda eleitoral antes do dia 16 de agosto do ano das eleições, e pelo artigo 38, que exige que todo material impresso de campanha eleitoral deverá conter o número de inscrição no CNPJ ou CPF do responsável pela confecção, bem como de quem a contratou, e a respectiva tiragem.

“Nas revistas recentemente distribuídas não constam as informações exigidas pelo dispositivo legal acima indicado. Não há dúvidas, portanto, que os impressos contrariam frontalmente a legislação eleitoral, restando demonstrada e provada a realização de propaganda extemporânea”, declarou, na manifestação, Moema Figueiredo.

O movimento de Duarte jr para constranger o parlamento estadual

Deputado Duarte Jr.

O deputado Duarte Jr conseguiu influenciar meia dúzia de deputados para se autopromover com a suposta proposta de redução de 50% dos salários. O que o deputado não contava foi com a falta de apoio dos demais colegas, que viram na tentativa açodada do deputado um movimento para constranger o parlamento estadual e faturar dividendos políticos.

Analistas políticos mais próximos classificaram como infantil a postura do parlamentar, que poderia ter sido pactuada antes com a Presidência da Casa.

É mais um capítulo da saga de desgastes de Duarte Jr na Assembleia Legislativa do Maranhão.

Resta saber se é essa a nova forma do vice-governador Carlos Brandão fazer política no Maranhão, constrangendo aliados.

Duarte Jr mostra que a Justiça Eleitoral do Maranhão não existe

201 mil revistas foram distribuídas na ilha de São Luís. O ato é uma afronta ao MPE do Maranhão.

O deputado estadual Duarte Jr. parece não ter limites quando o quesito é aparecer. São vários os desafios feitos pelo parlamentar à Justiça Eleitoral do Maranhão, mesmo enfrentando um processo de cassação por ter abusado da máquina do PROCON para se eleger deputado estadual nas eleições de 2018.

O parlamentar Duarte Jr. é pré-candidato à prefeitura de São Luís e já foi advertido pelo Ministério Público Eleitoral sobre suas campanhas publicitárias que refletem uma verdadeira antecipação da campanha partidária, mas mesmo assim, Duarte continua.

Milhares de revistas com conteúdo de promoção pessoal do deputado estão sendo distribuídas nas casas, e as revistas chegam aos lares pelos correios. De acordo com dados colhidos pelo blog, foram 201 mil panfletos distribuídos, apenas no centro da cidade 44 mil panfletos e para fazer a distribuição a empresa de correio abocanhou R$ 45 mil, dinheiro oriundo de contribuição da população do Maranhão.

O MPE ainda não se posicionou.

VÍDEO! Wellignton coloca Duarte na parede e ex-Procon foge


O deputado estadual Duarte jr (Republicanos), fugiu de sessão da Assembleia Legislativa na tarde desta segunda-feira(09), após o deputado Welligton do Curso apresentar relatório da Polícia Federal.

Segundo a PF, assessores do parlamentar são os supostos criadores de uma rede de fakes que se espalharam durante as eleições de 2018.

Veja o vídeo: 

Assessor de deputado maranhense na mira da PF por criação de milícia digital fake

Thiago Rios é assessor do deputado Duarte Jr

Dados fornecidos pelo Facebook em um inquérito da Polícia Federal que tramita sob sigilo revelam a ligação entre um assessor do gabinete do deputado Duarte Júnior (Republicanos) e um perfil no Instagram criado e usado, exclusivamente, para atacar o também deputado estadual Wellington do Curso (PSDB), um dos principais oposicionistas ao governo de Flávio Dino (PCdoB).

Chamado Wellington Discurso, o perfil foi tirado do ar pouco antes do final das eleições 2018, por determinação do TRE (Tribunal Regional Eleitoral) do Maranhão, a pedido do tucano. Apesar do perfil haver sido tirado do ar, com base nos dados enviados à Justiça Eleitoral pela empresa mantenedora do Instagram, a investigação na PF avançou, e chegou ao e-mail utilizado para registrar a conta, além de um número de celular da Claro e IPs dos computadores utilizados, bem como endereços destes, para as publicações com achincalhes e desinformações contra Wellington.

O documento enviado pelo Facebook, obtido com exclusividade pelo ATUAL7, mostra que a conta foi registrada pelo e-mail [email protected], da Viva Criações Inteligentes, empresa especializada em marketing digital, pertencente à Christianne Pereira Portelada, esposa de Thiago Rios de Souza, que toma de conta do negócio. Ele é lotado no gabinete de Duarte Júnior como técnico parlamentar especial, com salário bruto de R$ 17 mil —segundo dados do Portal da Transparência da Assembleia Legislativa do Maranhão referente a novembro de 2019. Do exercício de 2020, até o momento, não há qualquer atualização.

Entre os diversos ataques a Wellington do Curso, memes dizem que o deputado “só fala merda” e que o “negócio [dele] é reclamar”. Há uma montagem do que seria o parlamentar sentado em uma privada, com a chamada “despachando a próxima proposição”. Na própria bio, trecho onde se descreve o perfil, foi colocado: “um cara Safadinho que só sabe reclamar de tudo”, com um emoji de palhaço.

Na última terça 3, o tucano esteve na sede da PF em São Luís, onde prestou depoimento sobre o caso. Segundo divulgado por sua assessoria, espera o resultado concreto das investigações, a fim de encontrar quem patrocinou o perfil. “Trabalhamos diariamente para termos o respeito dos maranhenses, mas criaram fakes tentando manchar a nossa imagem, divulgando mentiras e tentando diminuir nossa atuação como deputado estadual. É lamentável que usem dinheiro público com um fim tão medíocre, que é o de difamar as pessoas”, disse.

Recentemente, prints e áudios atribuídos ao deputado Duarte Júnior, compartilhados em grupos de WhatsApp, apontam para o possível poder do parlamentar sobre supostas milícia virtual e rede de fakes, também durante as eleições de 2018. Segundo as mensagens, publicações que desagradassem Duarte Júnior, então pré-candidato a deputado estadual pelo PCdoB, deveriam ser rebatidas pelos participantes dos supostos grupos de Telegram, todos com servidores do Procon (Instituto de Promoção e Defesa do Cidadão e Consumidor) do Maranhão entre os participantes.

Em um desses áudios atribuídos a Duarte Júnior, há uma mensagem de assédio moral em que o nome Thiago é citado, numa reclamação de um trabalho que teria desagrado o ex-presidente do Procon. “Eu mandei faz mil anos tirar a porra da cena que eu tô na unidade [do Procon], cumprimentando servidor. Agora tu, Thiago, fica leso aí e não presta atenção no que eu falo. Eu ia postar essa bosta agora. Altera essa cocota aí cacete. Por favor. Porra!”, teria dito.

Sobre as mensagens, que sugerem também homofobia e gordofobia, Duarte Júnior publicou nota nas redes sociais negando a veracidade de conteúdos.

Antes do cargo no gabinete do deputado do Republicanos, Thiago Rios trabalhou no Procon, durante a gestão de Duarte Júnior, no cargo de encarregado do Serviço de Suporte em Tecnologia da Informação, entre 2015 e 2017, com salário bruto de R$ 6,9 mil; e assessor técnico, em 2018, com salário de R$ 5,9 mil.

A própria esposa dele, Christianne Portelada, também tinha cargo na autarquia à época em que o hoje deputado estadual quem a comandava, permanecendo até a gestão de Karen Barros, noiva de Duarte Júnior. Primeiro ocupou o cargo de assessor sênio, em 2017, com salário bruto de R$ 6,8 mil. Em 2018, passou a ser chefe da Assessoria de Comunicação, recebendo em junho daquele ano o salário bruto de R$ 22,9 mil, depois reduzido para R$ 7,6 mil. Em 2019, com o Procon sob Karen Barros, passou a ser diretora de Orientação ao Cidadão dos Vivas, ainda com o salário bruto de R$ 7,6 mil. Desde o mês passado, foi lotada na Secap (Secretaria de Estado da Comunicação e Assuntos Políticos), no cargo de assessor sênior, com salário bruto de R$ 6,3 mil.

Procurado, Thiago Rios garantiu que, embora seja ele quem cuida da Viva Criações e responsável pela criação de e-mails na empresa, não criou a conta utilizada no perfil Wellington Discurso. Também que não tinha conhecimento da conta e que trabalha com mídias sociais, mas nada neste sentido.

Atual7

BOMBA BOMBA! Mensagens recuperadas do Telegram podem desmontar pré-candidatura de Duarte Jr

Duarte jr

Documentos, áudios e imagens foram encaminhados ao editor do blog do Werbeth Saraiva, atestado diversos crimes eleitorais e reforçando a denúncia de abuso de poder econômico e uso indiscriminado da máquina do Procon do Maranhão pelo deputado eleito Duarte Jr.

Alguns dos áudios já divulgados pela imprensa local é apenas a ponta do iceberg.

O blog do Werbeth Saraiva divulgará ainda esta semana várias provam que devem levar a cassação do deputado Duarte Jr.

Mutirão da mentira!!! “Emenda de R$ 500 mil” de Duarte Jr. se transforma em apenas 10 mini-cirurgias

Duarte ainda se fantasiou de médico…

O deputado Duarte Junior, mais uma vez, mostrou a sua falta de criatividade e a imensa capacidade de copiar os colegas.

O parlamentar anunciou, copiando uma iniciativa do deputado Neto Evangelista, um “mutirão” de cirurgias, só que ao invés de adultos, para poder gerar uma comoção muito maior, utilizou as cirurgias em crianças.

Acontece que o tal mutirão em 2019 realizará apenas 10 cirurgias de pequeno porte, entre cirurgias de fimose e língua presa.

Duarte, para imitar outros colegas médicos da casa e se aproveitar da pauta da saúde, até de médico chegou a se vestir, numa clara tentativa de induzir o eleitorado que ele é referência em tema tão sensível.

Mais uma vez o deputado Duarte Jr. passa vergonha tentando faturar com pautas das quais não entende absolutamente nada.

Duarte Jr. ainda terá que explicar como conseguiu gastar meio milhão de reais em apenas 10 procedimentos considerados comuns.

Veja a lista do mutirão da mentira realizado pelo parlamentar:

 

Deputado vai passear na Europa com namorada e inventa que foi estudar

O deputado Duarte Jr, além de ter fama de desmancha-roda na Assembleia, agora ficou conhecido como Pinóquio. Ocorre que o parlamentar inventou de uma hora para outra uma turnê para Europa, segundo ele com intuito de estudar, mas na verdade o parlamentar está de férias com a namorada nos mais luxuosos locais europeus, enquanto isso o contribuinte maranhense trabalha todos os dias da semana para garantir o salário do parlamentar.

A secretária-adjunta de educação Karen Barros é outra que já virou turista nos ambientes de trabalho que frequenta. Karen inclusive tirou férias na SEDUC para estar em Paris acompanhando de perto os “estudos” do amado.
Harvard, Barcelona e agora Paris os principais centros de estudos do mundo para deputado que não quer trabalhar.

Duarte Jr joga a toalha sobre pré-candidatura em São Luís

O deputado Duarte Jr (PCdoB) parece ter jogado a toalha quanto a sua pré-candidatura à prefeitura da capital.

Em recentes entrevistas, Duarte tem fugido de perguntas sobre a pré-candidatura e tem dito que ainda não é o momento para discorrer sobre o tema.

Ocorre é que Duarte está acuado dentro do PCdoB que já sinalizou que deve apoiar Rubens Jr na corrida pelo comando do executivo da capital em 2020.

Além dos problemas partidários e da incapacidade de aglutinar pessoas ao grupo, Duarte soube da última pesquisa realizada na capital em que ele aparece em queda livre.

Duarte jogou a toalha sobre sua pré-candidatura e trabalha seu plano b, que é Karen Barros como vice de algum dos pré-candidatos. É aguardar.

Duarte Jr cai quase 6 pontos em última pesquisa realizada na capital

O deputado e pré-candidato à prefeitura de São Luís, Duarte Jr (PCdoB), teve queda considerável de intenção de votos em uma pesquisa realizada por políticos para avaliar a corrida pela prefeitura da capital.

De acordo com dados obtidos pelo blog do Werbeth Saraiva, o comunista caiu quase 6 pontos em relação a pesquisas anteriores em que apontava Duarte em segundo lugar, atrás apenas do deputado Federal Eduardo Braide (PODEMOS).

Ainda de acordo com dados obtidos pelo blog, quase 70% do eleitorado da capital não conhece ou nunca ouviu falar de alguns dos nomes avaliados na pesquisa.