Escutec: Yglésio na frente de Rubens Jr podendo se tornar uma via alternativa para Slz

 

A pesquisa Escutec divulgada neste sábado pelo jornal O EstadoMaranhão consolidou algumas certezas eleitorais na disputa pela Prefeitura de São Luís:

O deputado federal Eduardo Braide (PMN) lidera todos o cenários bem à frente dos demais candidatos; e pode liquidar a fatura ainda em primeiro turno, a depender dos erros do grupo Flávio Dino/Edivaldo Jr;

Os candidatos inventados pelos palácios dos Leões e La Ravardière – Rubens Pereira Júnior (PCdoB) e Osmar Filho (PDT) – são fracassos anunciados, como bem destacou o jornalista Marco Aurélio D’Eça.

O deputado Yglésio Moyses (Ainda no PDT) pode se transformar numa espécie de via alternativa, dada a disposição que têm para o debate e a campanha de guerrilha, sem contar com o pequeno índice de rejeição, mesmo sem a estrutura que poderia alavancá-lo num primeiro momento.

 Na pesquisa realizada pela Escutec já mostra o médico na frente de nomes como o deputado licenciado Rubens Jr que ainda detém nas mãos a máquina da secretaria estadual das cidades. 

 Vale ressaltar que alguns dos pré-candidatos que bem aparece no levantamento já estão em campanha desde o ano passado, patrocinando eventos, palestras em escolas, e até andando de ônibus pela cidade.

“Lei da Recompensa” é aprovada na Assembleia Legislativa

O plenário da Assembleia Legislativa do Maranhão aprovou, nesta segunda-feira (24), a “Lei da Recompensa”, de iniciativa do deputado estadual Dr. Yglésio (PDT). Se antes o crime organizado pagava pelo silêncio, agora o Sistema de Segurança Pública contra-ataca recompensando o cidadão comum por informações que possam servir à prevenção, à repressão e à investigação de crimes.

O deputado estadual Dr. Yglésio (PDT), autor do anteprojeto de lei, considera que é mais fácil vencer o crime com informação. “No que tange à segurança pública, sempre considerei que é mais fácil vencer o crime com informação em detrimento da truculência repressiva. O caminho para vitória contra os bandidos é ataca-los no coração de seus planos criminosos.”, defendeu Yglésio.

Para o deputado, agora é o momento de maturação da lei para que a população possa ter conhecimento dessa possibilidade de contribuir para a redução da criminalidade no estado do Maranhão. “Agora temos que divulgar plenamente perante a sociedade para discuti-lo e que a sociedade conheça de fato que agora esse é mais um instrumento de combate ao crime, com inteligência”, ponderou Yglésio. Agora a lei segue para a sanção do governador Flávio Dino.

Através de carta-compromisso, Dr. Yglésio consegue R$ 4,2 milhões para o Hospital Aldenora Bello

Na sessão plenária da última quarta-feira (22), o deputado estadual Dr. Yglésio (PDT) agradeceu aos parlamentares por assinarem a carta-compromisso que destina R$ 100 mil das emendas de cada parlamentar à Fundação Antonio Dino. A iniciativa de colher as assinaturas partiu do parlamentar, que destacou a importância das 42 assinaturas.

“É uma demonstração do compromisso do Parlamento maranhense com o atendimento de qualidade aos pacientes oncológicos no Maranhão”, disse.

Cada deputado estadual destinou R$ 100 mil de suas emendas para custeio da Fundação Antônio Dino e Hospital Aldenora Bello, totalizando R$ 4,2 milhões em emendas.

O pedetista ressaltou o reconhecimento da Assembleia Legislativa ao protagonismo da Fundação Antônio Dino no combate ao câncer no Maranhão. “A causa da saúde tem sido uma causa nossa. É uma causa com a qual me identifico, primeiro pela profissão que tenho, de médico militante no Sistema Único de Saúde, e segundo pela sensibilidade com o ser humano. Hoje, nós temos cerca de 7 mil novos casos por ano de câncer no Maranhão. Desses, em torno de 60 % são atendidos dentro da Fundação Antonio Dino. Logo, o compromisso com a saúde do povo do Maranhão é o objeto principal da nossa atuação parlamentar, lutando por uma saúde de qualidade e que atenda a todos”, ressaltou o Dr. Yglésio.

O deputado frisou que, a partir de agora, essa ação passa a ser da Assembleia. “Nós esperamos capitalizar mais de R$ 4 milhões para que possamos destinar esses recursos para o Aldenora Bello, que hoje tem um déficit de R$ 7 milhões anual, para realizar suas atividades de maneira adequada. Esperamos que outros parlamentares, deputados federais e senadores completem esta destinação”, finalizou.

Deputado Yglésio é autor do primeiro Projeto de Lei de 2019 da Assembleia Legislativa

O médico Yglésio Moyses (PDT) apresentou o primeiro Projeto de Lei da nova gestão da Assembleia Legislativa do Maranhão, nesta sexta-feira (01). O projeto 001/2019 da Casa Parlamentar trata da criação de serviços públicos de saúde com o remanejamento de tributos, como o ICMS.

O deputado também fez uma indicação de moção de aplausos para o Corpo de Bombeiros do Maranhão, que enviou equipe a Brumadinho para contribuir com os trabalhos de busca e resgate de vítimas do rompimento da barragem.

Yglésio tomou posse hoje, junto com os outros 41 deputados estaduais para cumprir mandato de 2019 a 2022.

Yglésio Moyses com a família durante posse na Assembleia Legislativa do Maranhão

O médico de 38 anos disputou a vaga com outros 534 candidatos, ultrapassando sua própria estimativa de votos que eram de 35 mil e conquistando 39.804 votos. Yglésio é relativamente novo na política, iniciando a vida pública em 2012 quando disputou uma vaga pelo PT na Câmara de Vereadores de São Luís. Acabou ficando na suplência do parlamento municipal com 1.432 votos. Dois anos depois, em 2014, concorreu, também pelo PT, à vaga na Assembleia Legislativa e também ficou na suplência conquistando 16.032 votos.

E logo no primeiro dia de seu mandato, mostra que vem para trabalhar em prol do desenvolvimento da saúde do Maranhão.

Daniela Bandeira