Secretaria de Rubens Jr libera quase R$ 1 milhão para prefeitura da cunhada de Detinha

Rubens e Detinha

A SECID/MA secretaria de cidades comandada pelo secretário Rubens Pereira Jr que é pré-candidato á prefeitura de São Luís, liberou convênio de R$ R$ 992.013,85 (novecentos e noventa e dois mil treze reais e oitenta e cinco centavos) para a prefeitura de Zé Doca que é administrada pela prefeita Josinha Cunha (PL). Ela é cunhada da deputada Detinha (PL) que também é pré-candidata a prefeitura de São Luís.

O recurso empenhado será para pavimentação asfáltica no município de Zé Doca.

O recurso liberado pelo deputado federal licenciado pode ser um sinal de que a pré-candidatura de Detinha em São Luís teria ficado em segundo plano e que o PL pode apoiar Rubens Jr.

Caridade é que Rubinho não iria fazer.

Chamem O MPE! Ex Prefeito de Cururupu Junior Franco sumiu com quase 600 mil reais de convênio estadual

Como se não bastasse a crise econômica que vive o país, o município de Cururupu se depara com sérios problemas deixados pela gestão passada. São dívidas do município, ausência de prestação de contas de convênios, entre outras encontradas.

Um dos problemas pode ser conferido por meio do oficio n° 183/2017-GISP/SEDES, notificando o ex-prefeito José Carlos de Almeida Junior, por ausência de prestação de contas no convênio firmado no valor de 553.233.04 (quinhentos e cinquenta e três mil, duzentos e trinta e três reais e quatro centavos), destinado a recuperação de estrada vicinal.

No dia 30 de dezembro do ano de 2013, o Município de Cururupu, na pessoa do prefeito José Carlos de Almeida Junior, celebrou convenio com o Estado do Maranhão, através da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social e Agricultura Familiar – SEDES, Convênio nº 226/CV/2013 Processo n° 004215/13, objetivando a recuperação de estradas vicinais dos povoados Boa Vista, Murutim, Entre Rios, 4 Bocas e Santa Rita, no valor estimado em; Estado (CONCEDENTE) 525.571,39 Município (Convenente): 27.661,65.De acordo com informações e levantamentos da atual administração a recuperação das estradas não aconteceram, os recursos foram transferidos para contas bancarias.

De acordo com levantamentos e informações dos populares dos povoados os serviços firmados no convenio nunca aconteceram. A ausência de prestação de contas de convênios firmados em gestões passadas  impossibilita o município de firmar novos convênios.

 Vereadores do município usam as redes sociais para se pronunciarem sobre o caso, repudiando a conduta do ex gestor, o Ministério Publico Estadual precisa se pronunciar sobre o possível desvio desses quase 600 mil reais do convênio federal.