Em três anos, Cláudia Silva já soma mais de R$130 milhões em contratos

 

Prefeita de Monção, Claudia Silva

A Prefeitura Municipal de Monção,administrada por Klatenis Deline Oliveira Nussrala, a Cláudia Silva, já gastou em três anos  R$ 117.239.228,58 milhões em contratos.

O valor divulgado equivale aos anos de 2016 ,2017 e 2018 após levantamento  feito pelo Blog do Werbeth Saraiva.  Os dados foram  divulgados pelo Tribunal de Contas do Estado do Maranhão (TCE-MA).

De acordo o TCE, em procedimentos licitatórios foram celebrados em três anos, 403 contratos com empresas para prestação e fornecimento  de materiais e serviços.

Já em 2019, a gestão de Cláudia Silva, já firmou 98 acordos contratuais que chegam a somar R$ 20.377.761,85 milhões. Mas vale lembrar, que a nossa redação recebeu denúncias informando o descaso e abandono do município. Há informações  que apontam  falta de merenda escolar e de medicamentos nos postos de Unidade Básica de Saúde, além da falta de infraestrutura na cidade.

BOMBA! MP investiga contratos realizados na gestão Ilvane Pinho em Presidente Médici

O Ministério Público do Maranhão por intermédio do promotor da comarca de Santa Luzia do Paruá, resolveu abrir inquérito civil para apurar a legalidade e necessidade de contratos temporários e cargos comissionados pela atual gestão do Município de Presidente Médici-MA.

De acordo com o MP, o feito foi instaurado originalmente como Notícia de Fato, após pedido de auditoria por órgãos de controle ao Município de Presidente Médici-MA, relatando a existência de vultosos pagamentos a serviços fantasmas, empresas inexistentes e até empresas com endereços de agentes comissionados acarretando ao Município a falta de serviços básicos, serviços deficitários ou até inexistentes.

Diante das denúncias e da necessidade das diligências no caso, para melhor se apurar os fatos em referência, o Ministério Público resolveu instaurar um  inquérito civil com o objetivo de apurar legalidade e necessidade de contratos temporários e cargos comissionados pela atual gestão do Município de Presidente Médici-MA., devendo para tanto serem procedidas as diligências necessárias para posterior realização de Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), bem como para posterior ajuizamento de Ação Civil Pública, de Improbidade Administrativa ou outras medidas judiciais.

Empresa de Vitória do Mearim fatura mais de R$ 1 milhão em Turilândia

Prefeito de Turilândia, Alberto Magno

A prefeitura de Turilândia contratou a empresa A L O CANAVIEIRA EIRELI por valores exorbitantes o objeto do contrato é o fornecimento de materiais permanentes para o Município.

A aquisição de materiais permanentes no ano de 2019 deve custar R$ 1.042.260,00 (Um milhão quarenta e dois mil duzentos e sessenta reais) a empresa que tem sede no município de Vitória do Mearim e pertence a Ana Lourdes Oliveira Canavieira deve lucrar pouco mais de R$ 88 mil reais mensais.

O município de Turilândia administrado por Alberto Magno escoa grande quantidade de recursos em contratos milionários com empresas que de acordo com levantamento realizado pelo blog do Werbeth Saraiva pertencem á amigos e aliados de Alberto, Inclusive pessoas que contribuíram com a campanha as que lhe elegeu. O blog deve publicar em primeira mão um levantamento realizado onde mostra a proximidade de Alberto e de seus familiares com empresas que estão faturando alto no município. Aguardem.

Veja; 

“Rei” dos esquemas, ex prefeito de Primeira Cruz ainda continua mandando e desmandando na prefeitura

A “mamada” da construtora Santa Margarida denunciada no fantástico em 2014 foi grande na época do Ex prefeito Sérgio Ricardo de Primeira Cruz no Maranhão.

A construtora Santa Margarida envolvida em vários escândalos e denunciada em rede nacional  faturou mais de R$ 7 milhões em primeira cruz na época do prefeito Sérgio.

A construtora teve participação em esquema com vários outros municípios.
O que chama a atenção é que nos últimos seis meses do mandato do ex prefeito foram realizadas diversas transferências para a referida empresa denunciada desde 2014, totalizando R$ 1.192.273,88, ( Um milhão cento e noventa e dois mil duzentos e setenta e três reais e oitenta e oito centavos.)

A empresa ainda realizou em 2013 um contrato para construção de escolas nos valores R$ 6.504.004,05 (Seis milhões quinhentos e quatro mil quatro reais e cinco centavos). Em outro contrato o valor fechado para pavimentação de vias públicas com bloquete, foi de 885.653,80 (oitocentos e oitenta e cinco mil, seiscentos e cinquenta e três reais e oitenta centavos).

Ex prefeito ainda manda e desmanda no município…

Mesmo após deixar a prefeitura, Sérgio ainda continua a mandar no município através do vice prefeito Nilson do cassó, que assumiu o cargo de prefeito numa articulação imoral que cassou através da câmara de vereadores o prefeito George Luiz. Enquanto isso o povo continua sendo refém da tirania daqueles que não estão preocupados com o. desenvolvimento do município e com o bem estar social da população de Primeira Cruz.

Sistema de votação da CMSL deve custar quase R$ 100 mil reais

Presidente da CMSL, Osmar Filho

O presidente da Câmara Municipal de São Luís contratou a empresa RIOLE ELETRÔNICA LTDA-EPP, para executar os serviços de sistema automatizado e microfones para plenário.

R$ 86.801,90 (Oitenta e seis mil oitocentos e um real e noventa centavos.) Esse é o valor do contrato assinado pelo chefe do legislativo municipal de São Luís e a empresa do estado do Paraná.

A RIOLE ELETRÔNICA LTDA-EPP pertence aos empresários Eloir Antônio Moro e Eliana Gaida Percegona.

O contrato firmado teve prazo final de execução de 15 dias.

Campeã de contratos da baixada empresa F. A. A. AMORIM SERVIÇOS EIRELLI fatura mais um de R$ 700 mil em Alcântara

A prefeitura de Alcântara MA  contratou a empresa F. A. A. AMORIM SERVIÇOS EIRELLI-ME para fornecer material expediente ao município. 

A empresa de propriedade de Frederico Adson Alcântara Amorim, foi contratada por mais de 700 mil pelo município. 

A F. A. A. AMORIM SERVIÇOS EIRELLI-ME  é campeã de vencer licitações em varias prefeituras da baixada Maranhense para se ter ideia no ano de 2018 a empresa vem “abocanhando” de uma das prefeituras da baixada Maranhense a bagatela de quase 10 milhões de reais. 

Familiares de Juscelino Filho “abocanharam” milhões em contratos na saúde do Maranhão

O DEM se entregou de forma estranha para apoiar o Governo do Estado do Maranhão e o projeto de reeleição do governador Flávio Dino.  Assim que o acordo foi sendo cumprindo, contratos com a Saúde estadual foram fechando exatamente com familiares do dono do Democratas no Maranhão, o deputado federal Juscelino Rezende.

Levantamentos apontam que o emaranhando dos Rezende abocanhou uma fartura de contratos nada desprezíveis com o uso de recursos federais. A empresa Dio Diagnóstico Imagem e Oftalmologia tem como sócia Lia Rezende, esposa do deputado federal. Na outra ponta, aparece outro sócio, Rodolfo, que é esposo de Luana Rezende, irmã do dono do DEM no Maranhão.

Irmã e o cunhado de Juscelino beneficiados com dinheiro da saúde do Maranhão:

Mulher de Juscelino Filho

beneficiada com dinheiro da saúde do Maranhão:

O deputado federal Juscelino Filho, marido de Lia Cavalcanti Fialho Rezende, tem ligação direta com o Palácio dos Leões, inclusive, entregou o partido que comanda no Maranhão, o Democrata, para apoiar a reeleição de Flávio Dino.

Os altíssimos indícios de favorecimento bem na vista da Policia Federal e dos demais órgãos de fiscalização do estado passaram despercebidos.

Empresa de publicidade vem faturando milhões em contratos com prefeituras no Maranhão.

Levantamento feito pelo Blog do Werbeth Saraiva apurou que a empresa Texto e Arte Propaganda Ltda, a Sofia Comunicação, vem faturando milhões em prefeituras pelo interior do estado, em Timon por exemplo já foram mais de 15 milhões em contratos. A agência de propriedade de Zeca Pinheiro, ex-secretário de Comunicação do governo Jackson Lago, abocanhou R$ 5.000.000,00 milhões em 2013, em  2014, com mais R$ 5.000.000,00 milhões. E em um segundo aditivo com a empresa, por mais um ano, no valor de R$ 5.000.000,00 milhões. No contrato de serviço, a Sofia Comunicação atenderia algumas secretarias do município. A soma de todos os contratos chegam a casa dos 15 milhões de reais.

Balsas

Em Balsas, município administrado pelo prefeito Erik Augusto Costa e Silva (PDT) a empresa de Zeca Pinheiro também  faturou contrato milionário para prestação de serviços
de publicidade, o valor do contrato foi de R$ 1.380.816,72 (um milhão trezentos e oitenta mil oitocentos e dezesseis
reais e setenta e dois centavos). Além dos municípios citados a Sofia comunicação vem a anos “abocanhando” contratos em câmaras de vereadores, inclusive obtendo 1,4 milhões em contratos com a Câmara de São Luis no ano de 2016, os contratos suspeitos estão em vários municípios do interior do estado do Maranhão com a mesma empresa.

Contratos;

Primeiro contrato (2013)

Primeiro aditivo (2014)

Segundo aditivo (2015)

Contrato com a Sofia Comunicação

Blog do Werbeth Saraiva vem realizando várias pesquisas sobre a empresa, que, segundo já foi apurado, é suspeita de participar de diversos esquemas de corrupção envolvendo Câmaras Municipais  e prefeituras em alguns municípios maranhenses. É AGUARDAR…

 

 

 

Deputado Raimundo Cutrim Será julgado por supostos crimes contra a Lei de Licitação e Contratos, pelo TJ-MA

Raimundo Cutrim e um professor do município de Carutapera.
Foto; reproducao internet

O Pleno do Tribunal de Justiça do Maranhão remarcou, para o próximo dia 31, o julgamento de aceitação ou não de denúncia contra o deputados Raimundo Cutrim (PCdoB) alvo de Procedimento Investigatório Criminal (PIC), do Ministério Público estadual.  Denunciado ainda em 2016.

A denúncia contra Cutrim tem relação com suposto crime contra a Lei de Licitação e Contratos, à época em que ele comandava a Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP).

Também aparece como denunciado no processo o ex-Supervisor de Obras e Reformas da SSP-MA, Luís Carlos Barros Ribeiro.

Já houve vários adiamentos do caso, por ausência justificada do desembargador-relator, Ricardo Duailibe; comemoração aos 204 anos do TJ-MA; ausência de quórum qualificado; e, mais recentemente, por pedido de vista compartilhado pelos desembargadores Froz Sobrinho, José Jorge Figueiredo e Jaime Ferreira, após voto de Duailibe pelo recebimento da denúncia, contra o voto da juíza Oriana Gomes, convocada para substituir o desembargador Tyrone Silva.

Acompanharam o voto divergente de Oriana os desembargadores Luiz Gonzaga Almeida, Vicente de Paula, José Bernardo Rodrigues, Cleones Cunha, Cleonice Freire e Jamil Gedeon. Acompanharam o desembargador-relator pelo recebimento da denúncia os desembargadores Raimundo Barros e José Luis de Almeida. Absteve-se de votar o juiz de Direito Jairon Ferreira de Moraes, convocado em substituição ao desembargador Josemar Lopes. O desembargador Jorge Rachid se deu por impedido.

O deputado Raimundo Cutrim já apresentou defesa, no bojo do processo, e negou haver cometido qualquer ilícito. Ribeiro não se defendeu e teve nomeado um defensor dativo, que pediu a rejeição da denúncia.

Informações do Atual7

Empresa controlada por um dos cabeças da quadrilha presa na Operação Pegadores já faturou mais de 4 milhões da Prefeitura de Cândido Mendes

Mazinho Leite

Antes de propriedade, a BrasilHosp agora é apenas controlada por Luiz Marques Barbosa Júnior, um dos cabeças da quadrilha presa na Operação Pegadores

A Brasil Produtos Médicos e Hospitalares (BrasilHosp), que embora não seja mais de propriedade ainda é controlada por Luiz Marques Barbosa Júnior, pilhado na Operação Pegadores como um dos cabeças e operador da organização criminosa que assaltou mais de R$ 18 milhões dos cofres da rede pública estadual de saúde nos primeiros meses do governo Flávio Dino, firmou pelo menos 32 contratos com diversas prefeituras pelo Maranhão.

É o que aponta levantamento feito pelo ATUAL7 junto ao Sistema de Acompanhamento de Contratações Públicas (Sacop), do Tribunal de Contas do Estado (TCE).

Com a Prefeitura Municipal de Cândido Mendes, foram nove contratos com a gestão de José Ribamar Leite de Araújo, o Mazinho Leite (PP). Sete neste ano e dois no ano passado. Total: R$ 4.126.910,26.

Em alguns municípios, como Axixá, Cantanhede e Gonçalves Dias, a empresa operada por Luiz Júnior fechou pelo menos um contrato. O administrado pela prefeita Sônia Campos (PDT), foi fechado em R$ 320.294,72. O comandado por Marco Antônio Rodrigues de Sousa, o Ruivo (PSD), em R$ 1.064.299,76. Com Vilson Andrade Barbosa (PCdoB) o valor ficou em R$ 495.105,60. Os contratos de Axixá e Cantanhede foram fechados em 2017 e o de Gonçalves Dias em 2016.

Até mesmo com a prefeitura da capital a BrasilHosp fechou contratos. Foram três, mas de apenas R$ 133.377,44. Todos foram celebrados em 2015, no primeiro mandato de Edivaldo Holanda Júnior (PDT) na Prefeitura Municipal de São Luís.

Outro lado

O ATUAL7 procurou todas as prefeituras municipais, desde a semana passada, por meio dos e-mails e formulários de contato informados em seus sites oficiais, e solicitou um posicionamento a respeito dos contratos firmados com a BrasilHosp.

Até o momento da publicação desta matéria, porém, nenhuma delas retornou.

Materia do Atual7