Reunião reafirmou pré-candidatura de Josimar e preferência de Dino por Brandão

O deputado federal Josimar Maranhãozinho (PL) esteve no Palácio dos Leões, a convite do vice-governador Carlos Brandão (PSDB), para se reunir com o governador Flávio Dino (PCdoB) e o chefe da Casa Civil, Marcelo Tavares (PSB). Quem participou da reunião também foi o ex-deputado federal Júnior Marreca, representando o conglomerado de partidos capitaneados por Josimar no Maranhão.

A reunião não significou uma desistência da candidatura de Josimar para embarcar no projeto de reeleger Carlos Brandão (PSDB) governador. “Eu afirmei que sou candidato ao governo do Maranhão”, disse Josimar em conversa com o titular do blog do Werbeth Saraiva. Josimar disse que a reunião serviu para reaproximar os partidos PL, Patriota e Avante do Governo do Maranhão. “Reunião serviu para um diálogo entre partidos da base do governo, Patriota, Avante e PL. E também como o governo pode ajudar nossos aliados”, disse Josimar que elegeu mais de 40 prefeitos nas últimas eleições.

Interessante foi o que foi revelado por Josimar. De que Flávio Dino, apesar de incentivar candidaturas – neste momento – da base aliada, tem dito que o seu candidato ao governo é o seu vice-governador, Carlos Brandão. É uma forma de continuidade das ações do seu governo. “Ele [Flávio Dino] disse que no momento todos têm o direito de se lançar, mas pra ele [Dino], de fato, quem vai ser governador é Brandão”, declarou Josimar ao blog.

VÍDEO! Flávio declara em solenidade que Brandão será seu Governador

Diego Emir

Durante a solenidade virtual que aconteceu nesta segunda-feira (29), de anúncio de novas obras para a cidade de Caxias – entre elas a ampliação do prédio de Ciências da Saúde da UEMA -, o governador Flávio Dino fez questão de agradecer, publicamente, ao vice-governador Carlos Brandão por sua retidão, lealdade e parceria no governo, mantida há seis anos.

Flávio aproveitou para recordar que, há 15 anos, quando entrava na política eleitoral, recebeu o apoio de lideranças importantes da cidade de Caxias, como Humberto e Cleide Coutinho. E fez um adendo, dizendo que essas lideranças apoiavam a trajetória política de Carlos Brandão, que abriu mão desses apoios para que o governador pudesse viabilizar sua candidatura a deputado federal a partir de Caxias.

“Quem ia ter o apoio do grupo liderado pelo Humberto era o Brandão; e ele num gesto de cortesia, de amizade e de fraternidade, na época, se dirigiu ao então governador Zé Reinaldo e disse que concordava que houvesse essa inserção minha na política eleitoral, a partir da cidade de Caxias. Brandão tem sido correto comigo nesses anos todos, desde esse momento inaugural, em 2006, e agora no exercício do Governo”,
assinalou Flávio.

O governador Flávio Dino (PCdoB), deixou claro nesta segunda-feira (29), que o próximo governador do Maranhão será Carlos Brandão (PSDB). A fala ocorreu durante a cerimônia de lançamento do edital de ampliação do Centro de Saúde da UEMA de Caxias.

Flávio Dino ainda foi enfático que Carlos Brandão será o responsável por tocar e inaugurar as obras que ele iniciar.

A fala de Brandao reforça a sintonia entre Flávio Dino e o vice-governador, deixando evidente qual será o rumo do comando do Palácio dos Leões após a desincompatibilização em abril de 2022.

ASSISTA OS VÍDEOS:

Se dependesse de pesquisas, Weverton Rocha nunca seria senador pelo grupo Dino

É com base em pesquisas quantitativas que o grupo do senador Weverton Rocha (PDT) vai utilizar como argumento (ou chantagem pública) de que o senador do PDT é o melhor candidato – em 2022 – do grupo do governador Flávio Dino (PCdoB).

Uma pesquisa contratada pela TV Mirante está prestes a ser divulgada e vai apontar o óbvio. A ex-governadora Roseana Sarney (MDB) na pesquisa e o senador Weverton Rocha pontuando, já que o mesmo é candidato assumido desde que chegou ao Senado. O medo do grupo de Weverton é que 2022 seja uma eleição por aclamação, elegendo o candidato de Flávio Dino, que é o vice-governador Carlos Brandão (PSDB).

Diferente do que querem plantar, Flávio Dino não vai incentivar várias candidaturas. A decisão “em grupo” deve ser construída até o final do ano, marchando todo o grupo em direção a uma só candidatura e reunir forças para solidificar o mandato de Carlos Brandão à frente do Governo do Maranhão e, por consequência, sua reeleição.

As decisões de Flávio Dino não têm base em pesquisas eleitorais. Se dependesse de pesquisas, o deputado federal Rubens Pereira Júnior (PCdoB) não seria candidato nas últimas eleições municipais. Nem mesmo o senador Weverton Rocha seria candidato ao senado. Ou Eliziane para o mesmo cargo de Weverton, ou mesmo o ex-prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT) na sua primeira eleição e, tampouco, Flávio Dino o apoiaria em sua reeleição quando Júnior configurava uma rejeição (quase) irreversível.

O governador Flávio Dino tem acesso a pesquisas, mas sabe que Carlos Brandão, ao chegar no governo, é naturalmente candidato à reeleição e dará o apoio a Brandão. A não ser que Dino queira completar o mandato para favorecer o sonho de Weverton Rocha: o de ser governador do Maranhão.

EXCLUSIVO: movimentação de Brandão nos bastidores deve garantir 5X2 em favor de Duarte no TRE-MA. Deputado deve ser cassado em Brasília

Duarte Jr e Carlos Brandão

Conforme informações colhidas semana passada  junto a um magistrado da alta cúpula do TRE, o deputado Duarte Jr (Republicanos) deve ganhar alguma sobrevida na disputa da Prefeitura de São Luís. O vice- governador, Carlos Brandão, teria usado de grande influência junto aos magistrados da corte para influenciar na votação de hoje, do processo de cassação de mandato do deputado estadual.

A expectativa é de um placar de 5 x2 em favor de Duarte Jr., que deve vencer aqui sobre a tese da preclusão da denúncia do MP , porém  10 entre 10 especialistas em Direito consultados pelo Blog do WS afirmam que o destino do deputado está selado no TSE, onde deverá perder o mandato como aconteceu com a Senadora Juiza Selma, do Mato Grosso.