Assaltantes de bancos são presos em São Luís

Assaltantes presos

A Polícia Civil apresentou na manhã desta sexta-feira (22) os suspeitos de arrombarem instituições financeiras localizados na capital, nos anos de 2016 e este ano. Foram presos Maurício Daniel Gomes e Eduardo Sousa Ferreira que são suspeitos de arrombar as agências bancárias do Banco do Brasil, no bairro Alemanha e do Itaú, na Avenida dos Holandeses.

Além deles, a polícia apresentou Rômulo Gustavo Teixeira da Silva que é suspeito de ter assaltado em 2016 uma agência dos Correiros no bairro do Anjo da Guarda. Segundo a polícia, ele foi preso na casa onde morava no município de São José de Ribamar, na Região Metropolitana da capital.

De acordo com o delegado Pedro Fernandes, Maurício e Eduardo possuem várias passagens pela polícia nos estados de Roraima, Rondônia e Pará. Além disso, ambos são suspeitos de arrombarem cofres de farmácias nos bairros do Anil, Olho d’Água, Cohama e da Avenida dos Holandeses. A polícia investiga o caso.

“Conseguimos localizá-los em um condomínio muito próximo a uma das farmácias em que eles arrombaram na avenida São Luís Rei de França. Os dois também são suspeitos de terem praticado arrombamento de cofres de farmácias no bairro do Anil, Olho d’Água, Avenida dos Holandeses e Cohama. Ambos possuem muitas passagens pelos crimes de furto qualificado contra diversas instituições financeiras em diversos estados da federação, como Roraima, Rondônia e Pará. E além disso, o Maurício é foragido do sistema penal do Estado de Rondônia e veio para São Luís em novembro de 2018. Estamos investigando outros casos que ocorreram na capital e em cidades do interior”, disse.

Quadrilha armada com fuzis e metralhadoras roubam todo o dinheiro da agência do Banco do Brasil de Zé Doca

A Madrugada em Zé Doca foi de total terror, por volta das 2h da madrugada  bandidos fortemente armados cercaram o quartel da Policia Militar e trocam rajadas de tiros com a PM, enquanto outro bando assaltava a agência  do Banco do Brasil da cidade.

A quantidade tiros foram intensas nas ruas, impedindo pessoas e veículos trafegarem. Lojas e supermercados também foram atingidos.
Às 02:45 após explodiram a agência do banco do Brasil, as informações dão conta que os criminosos fugiram em direção a cidade de Araguanã  em três veículos, uma Hilux, uma Estrada e outro carro não identificado.

Esta é a segunda vez que a agência é explodida por criminosos. Até o momento não se sabe a quantidade que foi levado do banco e nem o rumo certo dos bandidos, a Polícia trabalha para que tudo seja solucionado rapidamente. Breve mais informações deste caso.