Ex procurador e advogado são denunciados por saquear os cofres de Itapecuru

A 1ª Promotoria de Justiça de Itapecuru-Mirim denunciou 30 pessoas por integrar um esquema que desviou quase R$ 27 milhões por meio de fraude em licitações. Entre as pessoas denunciadas estão o ex-procurador do Município de Itapecuru-Mirim, Euclides Figueiredo Correa Cabral, e o assessor jurídico da CPL à época dos fatos, Paulo Humberto Freire Castelo Branco.

As investigações do Ministério Público mostraram a existência de uma organização criminosa, chefiada pelo ex-prefeito de Itapecuru-Mirim Magno Amorim, com o objetivo de fraudar processos licitatórios e desviar recursos públicos. Os contratos totalizaram quase R$ 27 milhões.

O promotor de justiça Igor Adriano Trinta Marques explica que os denunciados, apesar do conhecimento e formação jurídica, permitiram as fraudes nos processos licitatórios “com os pareceres jurídicos pela aprovação das minutas de edital e contrato e na fase final de homologação e adjudicação, inserindo informações falsas nos referidos pareceres”.

Os dois foram denunciados por crime de responsabilidade, pelo crime previsto no artigo 90 da Lei de Licitações, pelo crime previsto no artigo 2° da lei n° 12.850/13 e por falsidade ideológica, além de os crimes terem sido praticados em concurso de pessoas e material

Lascou de Vez! dirigindo uma BMW advogado cai de bala em pessoas atrás do shopping Rio Anil

Do Blog Do Luis Cardoso

Um jovem que trabalha em um supermercado da Grande Ilha foi vítima de uma tentativa de homicídio que envolve um advogado residente no bairro do Cohatrac, em São Luís. O rapaz  registrou hoje (29) Boletim de Ocorrência.

O rapaz ao sair do Shopping Rio Anil, deparou-se com um carro da marca BMW pelas redondezas. O condutor do carro era um advogado, que acabou abordando a vítima: “o que está fazendo aí, vagabundo?” Após a abordagem o causídico desceu do carro e disparou contra o rapaz.

Testemunhas que estavam no local avistaram toda a ação, reconheceram o advogado e forneceram os dados e endereço para os familiares da vítima, que foi alvejada no pé.

Segundo informações repassadas ao blog, o advogado após cometer o crime, disparou diversas vezes e seguiu rumo ignorado.