Adolescentes torturam e matam garota, divulgam vídeo e são apreendidas em Recife

Adolescentes filmaram tortura a menor em Recife- Foto: Reprodução/WhatsApp

Duas adolescentes foram apreendidas pela Polícia Civil de Recife, na última terça-feira (25), por terem torturado e matado uma garota de 14 anos, na Praia de Maria Farinha. Segundo a polícia local, as jovens, ambas de 15 anos, registraram as agressões com o celular e publicaram as imagens nas redes sociais. O crime foi motivado por ciúmes.

Ainda segundo a polícia, o crime foi motivado por ciúmes.,onde a vítima era ex-namorada de uma das garotas, a que filmou toda a agressão. A vítima  foi agredida com socos e pontapés, golpes de faca, e tentam afogá-la no mar.

Nos que circulam pela internet, é possível ver a vítima sendo espancada. A garota está vestida com roupas da Rede Municipal de Ensino do Recife,que fica ensanguentada, por causa das agressões sofridas.

As adolescentes foram levadas à Delegacia , onde foram ouvidas pelo delegado Álvaro Muniz. As duas foram autuadas em flagrante por ato infracional equiparado a homicídio.

Bom Jardim realiza evento de conscientização sobre exploração sexual de crianças e adolescentes

A prefeitura Municipal de Bom Jardim através da Secretaria Municipal de Assistência Social(SEMAS), realizou na manhã de hoje (21), uma caminhada em alusão a campanha” Faça Bonito,proteja as nossas crianças e adolescentes 2019″, data que simboliza o alerta para casos de abusos e exploração sexual de crianças e adolescentes.

A cor da flor que simboliza a luta contra o abuso e a exploração sexual de crianças e adolescentes vestiu os participantes da caminhada promovida pela Prefeitura para alertar a população sobre o problema. O evento  reuniu dezenas de pessoas que percorreram as ruas do centro da cidade. Entre os participantes da ação estavam servidores das secretarias municipais e também de instituições não governamentais.

O evento contou ainda ,com uma apresentação dos alunos  da Escola Estadual Maria Luiz que fizeram uma dramatização para alertar e conscientizar  a população  sobre o tema.

A data é uma referência ao 18 de maio de 1973, data que marcou um crime bárbaro ocorrido em Vitória, no Espírito Santo, que chocou o Brasil e ficou conhecido como o ‘Caso Araceli’. Este era o nome de uma menina de apenas 8 anos de idade que foi raptada, estuprada e morta por jovens de classe média alta daquela cidade. Nenhum dos responsáveis foi punido pela violência seguida de assassinato.