Sem alvará e com apenas um veículo empresa ganha mais de R$ 213 mil em contratos na Câmara de Zé Doca

Presidente da Câmara de Zé Doca, Carlos Henrique

O presidente da Câmara de vereadores do município de Zé Doca, Carlos Henrique Solteiro, contratou a empresa Almeida Costa e cia LTDA, por valores altíssimos.

A empresa de Jose Marcos de Almeida costa e Sandrilene Cosme de Araujo Costa, faturou dois contratos no ano de 2019, com a Câmara municipal de Zé Doca, o valor dos contratos assinados por Jose Marcos e Henrique Solteiro é de exatos; R$ 213.909, 92,00 (Duzentos e treze mil novecentos e nove reais e noventa e dois centavos). Os contratos foram assinados nos dias 06/05/2019 e 08/05/2019, de acordo com informações colhidas no site do Tribunal de Contas do Estado.

O objeto dos contratos é aquisição de combustíveis e locação de veículos para atender o legislativo de Zé Doca.

IRREGULARIDADES…

O posto de gasolina licitado por mais de cem mil reais, funciona sem o alvará de funcionamento do ano de 2019, após minuciosa busca do blog junto ao SACOP, foi encontrado um alvará de funcionamento já vencido desde o dia 31/12/2018, a comissão de licitação da Câmara teria que dar a empresa por impedida de participar do certame, tendo em vista a irregularidade.

Alvará vencido foi ignorado por comissão de licitação da Câmara de Zé Doca

O contrato que tem como objeto locação de veículos, consta que a empresa possui apenas um veiculo Chevrolet, modelo S10, registrado no CRV (certificado de registro e licenciamento de veiculo), de acordo com o contrato a empresa receberá R$ 8 mil reais mensais, por um período de 11 meses, o que totaliza R$ 96.800 (noventa e seis mil e oitocentos reais).

Veiculo locado por quase R$ 100 mil

Fraca atuação do MP

Se o Ministério Público, que responde pela comarca, fosse atuante, saberia que um imoral esquema de compra de notas “frias” pode estar sendo feito de forma escancarada na Câmara municipal de Zé Doca, os indícios de superfaturamento e processos montados são evidentes.

Contratos

com a palavra o presidente do legislativo de Zé Doca e o Ministério Público.

Deixe uma resposta