PV pede cassação de Eliziane Gama por uso de igreja para captar votos

O Partido Verde pediu a cassação do mandato da senadora eleita, Eliziane Gama (PPS), por abuso de poder político, econômico e religioso durante as eleições de 2018.

A ação foi protocolada no Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE-MA).

O autor do processo alega que com o aval de Gama, a comunidade evangélia, por meio da igreja Assembleia de Deus, foi usada maciçamente para captar votos em prol da então candidata ao Senado Federal no pleito estadual.

Além de disseminar vídeos nas redes sociais, os líderes religiosos enviavam cartas para os fiéis no intituito induzi-los a votar na senadora. “Não bastassem os pedidos de voto formulados através de meio eletrônico e durante os cultos, há também carta de Pr. José Guimarães Coutinho distribuída aos fiéis no dia 06 de outubro de 2018, véspera das eleições gerais, pedindo aos crentes enquanto eleitores para que votassem em Eliziane Gama.”, afirmou o Partido Verde.

Para o PV não restam dúvidas de que o poderio da Comunidade Evangélica interferiu na eleição do Maranhão, – “a capacidade de influência e convencimento destes religiosos ultrapassam a esfera dos cultos, tendo em vista que atuam fortemente em ações socias, educação e eventos”.

Leia a Ação aqui

Neto Ferreira

Deixe uma resposta