Partido de Braide entra com ação que aumenta taxa de juros bancários

O partido PODEMOS ingressou com uma Ação Direta de Inconstitucionalidade atendendo aos interesses dos banqueiros que se acostumaram a ganhar muito dinheiro fácil com elevada taxa de juros.

O partido que no Maranhão é presidido pelo deputado Eduardo Braide é contra a limitação em 8% ao mês as taxas de juros do cheque especial. A medida foi definida pelo Banco Central. Caso a justiça dê ganho de causa ao partido de Eduardo Braide as taxas do cheque especial podem ficar na casa dos 14%.

O lobby dos banqueiros escolheu o PODEMOS para entrar com a ação, numa clara demonstração de que os endinheirados que ganham fortunas com juros altos tem no partido de Braide o seu representante.

A agiotagem bancária no Brasil sem dúvida é um dos graves problemas geradores de desigualdade. Os ricos agradecem ao partido do deputado Braide, já a classe média certamente está enfurecida com a ação do PODEMOS para aumentar a já elevada taxa de juros.

Fonte: Marrapá

Deixe uma resposta