O asfalto de R$ 3,1 milhões executado pela enciza em Bacabal…

O vultuoso contrato celebrado entre a prefeitura de Bacabal e a empresa Encisa engenharia civil LTDA, de exatos R$ 3,1 milhões merece ser investigado por todos os órgãos de fiscalização do estado. Reveja, aqui. Em pouco mais de 1 mês do fim do contrato, o asfalto que foi colocado em algumas ruas de Bacabal já não existe mais.

O péssimo serviço, faz novamente lembrar a prisão do ex governador José Reinaldo Tavares por também ter contratado a empresa do empreiteiro José Lauro de castro Moura para realizar os serviços de “recuperação de 362 quilômetros da MA-006 entre a cidade de Fortaleza dos Nogueiras e o Entrocamento da BR-222. Na época, Jose Lauro disse que; “depois de dois invernos grandes e o tráfego intenso de caminhões pesados, as estradas não aguentam.” O contrato desencadeou a operação “Navalha,” caso que ficou conhecido no país inteiro como “Estradas Fantasmas”.
No caso de Bacabal o empresário pode utilizar os mesmos argumentos, tendo em vista que, o período atual é de chuva, porém não está com um mês da realização dos serviços.
É mais um caso envolvendo a empresa enciza que o Ministério Público deve acompanhar bem de perto.

Deixe uma resposta