GNF! Confirmada adesão ao Programa Jovens Empreendedores Primeiros Passos

O secretário de educação de Governador Nunes Freire, Joel de Sousa, acaba de firmar mais uma parceria com Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE). A partir de agora o município está aderido ao Programa Jovens Empreendedores Primeiros Passos (JEPP), etapa importante para o alcance de bons resultados na Educação municipal.

Joel esteve na sede do SEBRAE em São Luís para assinar o termo de adesão e reforça “vamos buscar cada vez mais parcerias, seja com o SEBRAE ou outras instituições, para mudar a realidade do nosso município”.

A equipe pedagógica da SEMED quer, neste ano, alcançar novos espaços e metas. Com base nisso, é importante lembrar que no passado um grande salto foi dado na estrutura organizacional e nos objetivos da Secretaria.

O curso para esta etapa da Educação Básica é o Jovens Empreendedores Primeiros Passos – JEPP, destinado a fomentar a educação e a cultura empreendedora. O curso procura apresentar práticas de aprendizagem, considerando a autonomia do aluno para aprender, além de favorecer o desenvolvimento de atributos e atitudes necessários para a gestão da própria vida.

 

Essa visão vai ao encontro dos quatro pilares da educação propostos pela Unesco:

◦Aprender a conhecer, isto é, adquirir os instrumentos;

◦Aprender a fazer, para poder agir sobre o meio envolvente;

◦Aprender a viver juntos, a fim de participar e cooperar com os outros em todas as atividades humanas;

◦Aprender a ser, via essencial que integra as três precedentes.

Dessa forma, o curso, aliado a um ambiente propício à aprendizagem, favorece o envolvimento dos jovens estudantes no próprio ato de fazer, pensar e aprender. Essas são características fundamentais dos comportamentos empreendedores, nos quais o estudante e o grupo em que está inserido reconhecem que suas contribuições são importantes e valorizadas.

Com a proposta pedagógica do JEPP para cada ano do ensino fundamental, por meio de atividades lúdicas, o ambiente da aprendizagem sensibiliza os estudantes a assumirem riscos calculados, a tomarem decisões e a terem um olhar observador para que possam identificar, ao seu redor, oportunidades de inovações, mesmo em situações desafiadoras.

Deixe uma resposta