Câmara Federal vira cabaré: deputado diz que queria pegar mãe e filha de ministro com perna aberta

Blog Luis Cardoso
Ao participar de uma reunião das comissões de Cultura e de Segurança Pública, na Câmara Federal sobre exposições em São Paulo e Porto Alegre, que estão gerando polêmicas, o ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão, ouviu o que nunca imaginou de um deputado. O parlamentar disse que a mãe do ministro deveria ficar de perna aberta, a filha também, exposta para saber se ele iria gostaria.
O bate boca de ontem mostrou que a Câmara Federal virou um puteiro de quinta categoria, onde ninguém respeita ninguém, e nem os familiares de autoridades, como ministros, por exemplo. E se distribuírem giletes, cortes e marcas de genitálias ficaram nas caras dos deputados.
Quando foi criticar as cenas de nudez mostradas nas exposições, o deputado Carimbão foi grosseiro com o ministro.
“Queria que fosse com a mãe do ministro, mijando na cabeça dela. Queria que fosse com a mãe do ministro… Maria é minha mãe, é minha mãe. Queria pegar a mãe do ministro e botar de perna aberta para ver se ele gostava. Pegar sua filha…. gritou Carimbão, como se estive no pior cabaré do Brasil. Aliás, o blog pede até desculpas aos cabarés por eles não merecerem parecer com a Câmara dos Deputados.
As expressões chulas foram retiradas das nota taquigráficas da Casa, mas jamais sairão na cabeça do ministro ou dos parlamentares de bem que ali estavam. Será que ele existem lá dentro? E a sessão da Casa da Mãe Joana foi encerrada.

Deixe uma resposta