Café da manhã especial para mães de Santa Helena na Casa de Apoio em São Luís

Mais do que uma homenagem! Um gesto solidário e de atenção para as mulheres, em especial, para as mães do município de Santa Helena que são assistidas pela Casa de Apoio, localizada no Centro de São Luís. A Prefeitura Municipal de Santa Helena ofereceu um requintado café da manhã neste domingo (12) para celebrar o Dia das Mães regado também a emoção, integração e satisfação entre as mães helenenses que buscam na capital maranhense, tratamento de saúde ou são acompanhantes de pacientes. Neste espaço, elas são atendidas em um ambiente confortável e muito bem estruturado.

“Este café da manhã simboliza nosso compromisso com todas as mães de Santa Helena, em especial as que buscam suporte aqui na Casa de Apoio. O importante é também elevar a autoestima destas mulheres guerreiras, algumas são acompanhantes e outras são enfermas que buscam num encontro desta natureza, união de forças para superar momentos de provação”, pontuou Jorge Douglas, coordenador da Casa de Apoio de Santa Helena, na capital.

Vale destacar que, sob a coordenação de Jorge Douglas, a Casa de Apoio é mantida pela Prefeitura de Santa Helena e tem como objetivo dar suporte aos helenenses em São Luís. São pessoas que não tem familiares na capital e que precisam de um espaço para se instalar por temporada, quando necessitam realizar exames médicos específicos, hemodiálise e intervenções cirúrgicas de alta complexidade. Neste local são oferecidos dormitório e três refeições diárias em um ambiente arejado, higiênico e confortável.

O prefeito Zezildo Almeida tem como um dos focos de sua gestão, oferecer qualidade de vida para as pessoas e a manutenção da Casa de Apoio na capital maranhense é uma das prioridades. “São crianças, adultos e idosos que precisam deste suporte em São Luís e assim, procuramos oferecer um ambiente confortável e dotado de toda uma estrutura para atender suas necessidades básicas em momentos que o calor humano e a atenção fazem toda a diferença”, destacou Zezildo.
Via Hora Extra

Deixe uma resposta