Incêndio em ônibus expõe falta de preocupação de Braide com a população

Não de hoje, a Prefeitura de São Luís tem feito vista grossa para a má prestação do serviço de transporte público na capital, a começar pela falta de fiscalização em relação à estrutura dos coletivos, que têm circulado quase caindo aos pedaços.

Boa parte da frota de ônibus que circula na capital ainda é bastante antiga, sendo muitos deles com mais de 10 anos de fabricação e operação, a exemplo do coletivo, pertencente à Ratrans, que foi tomado por chamas na manhã desta quinta-feira (04), na Avenida dos Franceses.

De acordo com informações, por volta das 5h40, o veículo teve um princípio de incêndio, que se aumentou e tomou o ônibus por inteiro. Apesar da gravidade, nenhum dos 10 passageiros e o motorista saíram feridos.

Não é a primeira vez que veículos da Ratrans pegam fogo. No início de julho, 12 ônibus foram tomados pelas chamas cujo incêndio teve início em um deles. De lá pra cá, nenhuma atitude de fiscalização mais efetiva foi adotada pela Gestão Braide em benefício da população.

Deixe uma resposta