Seletivo irregular em Olinda Nova do Maranhão é suspenso pela Justiça

Após um pedido do Ministério Público, o seletivo para a contratação cerca de 400 de servidores no município de Olinda Nova do Maranhão foi temporariamente suspenso, conforme divulgou a Prefeitura Municipal, comandada pela prefeita Conceição Cutrim (PDT).

A Promotoria de Justiça de Olinda Nova alegou que o prazo para as inscrições não era razoável (de apenas um dia) e a forma de seleção continha vícios e teve seu pedido acatado pela Justiça.

Ademais, o MP sustentou que o município deveria optar pela realização de concurso público com a devida publicidade, seguindo a Constituição Federal. Diante disso, o juiz da Comarca de São João Batista, Moisés Silva, deferiu o pedido da Procuradoria e concedeu decisão liminar, suspendendo os trâmites do processo seletivo.

Advogados da Prefeitura de Olinda Nova alegara, que houve prazo para conhecimento público, uma vez que foi publicado desde 14 de julho. Em função do pouco prazo para inscrição, disseram que se tratava de um seletivo simplificado.

Por meio de nota, disseram que todos os esclarecimentos serão dados nos autos do processo para que o seletivo tenha continuidade.

Deixe uma resposta