Prefeito de Coroatá será investigado por denúncia de funcionários fantasmas no município e doação suspeita de peixes a Peritoró

O Ministério Público do Maranhão, por meio da Promotoria de Justiça de Coroatá, decidiu abrir um inquérito civil para investigar a prefeitura de Coroatá, cujo prefeito é Luís da Amovelar Filho (PDT). De acordo com informação divulgada no Diário Eletrônico do órgão, na última sexta-feira (22), o foco das investigações são denúncias da existência de funcionários fantasmas na estrutura

O inquérito civil foi instaurado após uma denúncia recebida pelo órgão, por meio da Promotoria de Justiça de Coroatá nas últimas semanas.

Além dos funcionários fantasmas, a Promotoria também investigará um caso de doação de peixes realizada ao município de Peritoró, após identificação de indícios de irregularidades que podem apontar para interesses terceiros que não sejam somente o público.

O objetivo, ainda de acordo com o documento, é promover uma investigação para elucidar os casos e, se constatados, o MP deve propor a abertura de uma Ação Civil Pública ou a assinatura de um termo de ajustamento de conduta para que as irregularidades sejam sanadas.

Deixe uma resposta