Prefeito de Coroatá é acusado de perseguir funcionários em troca de apoio político

Prefeito de Coroatá Luís Amovelar Filho

O prefeito de Coroatá, Luís Filho (PT), está sendo acusado de perseguir funcionários contratados pelo município que não estão de acordo com a sua gestão.

Segundo informações, Luís Filho estaria caçando e ameaçando servidores contratados em troca de apoio político, em Coroatá.

O Ministério Público do Maranhão (MPMA) instaurou um inquérito civil para apurar o caso visando posterior propositura de ação civil pública. Luís Filho tem 10 dias para esclarecer a denúncia.

Deixe uma resposta