MPMA abre investigação contra Zé Francisco em suposto caso de improbidade administrativa

A gestão do Prefeito Zé Francisco (PSD) virou alvo do Ministério Público do Maranhão (MPMA) novamente. Dessa vez, foi aberto um inquérito civil que deve apurar se houve improbidade administrativa na contratação de bandas para a realização do São João de Todos, ocorrido entre os dias 9 e 17 de julho, no município.

De acordo com documento obtido pelo blog, a assessoria técnica, sem especificar quais, identificou indícios de irregularidades nessas contratações, que podem apontar para fraudes contratuais, danos aos cofres públicos e culminar no crime de improbidade administrativa.

Zé Francisco é alvo de outras investigações externas envolvendo o mal uso do dinheiro público, além de possível enriquecimento ilícito.

Chamou a atenção do MPMA, assim como em outros municípios, a contratação de bandas de grande expressão nacional, como Calcinha Preta e Forró Sacode, em detrimento dos serviços públicos locais, que enfrentam dificuldades históricas, sem receber investimentos à altura. Assim, antes da realização do evento, foi instaurado um processo administrativo para acompanhar as contratações.

No fim de junho, ações do Ministério Público maranhense evitou gastos na ordem de R$ 5 milhões que seriam destinados para custear eventos juninos, especialmente para o pagamento de bandas e cantores nacionais. De acordo com as recomendações do MP, muitos municípios sequer possuíam estrutura adequada na saúde e educação.

Deixe uma resposta