Jadyel Alencar tenta se eleger deputado federal para evitar prisão pela PF

Recentemente, o empresário Jadyel Alencar anunciou nas suas redes sociais filiação ao Partido Verde, em evento no Distrito Federal, para concorrer pelo Estado do Piauí. A intenção do empresário é de se candidatar a uma das oito vagas do estado na Câmara Federal.

No anúncio, o empresário comentou que estava dando os primeiros passos na construção de uma trajetória política. Entretanto, a motivação central para a sua entrada na política pode ser outra: o receio de ser preso pela Polícia Federal.

Durante a pandemia da covid-19, a Dimensão Distribuidora, de propriedade do empresário citado, foi alvo da Operação Onzena, da Polícia Federal, que investigava crimes de superfaturamento de itens de saúde, em contratos junto à Fundação Estatal Piauiense de Serviços Hospitalares (Fepiserh) e Secretaria de Saúde do Estado do Piauí (Sesapi)l.

A empresa, de acordo com a PF, teria vendido máscara N95 com preço cerca de 500% acima do praticado pelo mercado durante os momentos mais críticos.

Sendo eleito, o empresário terá acesso à blindagem que os parlamentares federais possuem, não podendo ser preso pelos crimes nos quais é investigado. Caso não seja eleito, o que pode ser bem provável dada a sua inexperiência no meio político e falta de base suficiente, ele pode ser condenado pelos crimes a serem identificados nas investigações da PF.

O empresário foi procurado pela nossa equipe, mas não deu retorno até a publicação desta matéria.

Deixe uma resposta