Fazendeiro racista é denunciado por quebradeiras de coco em Viana

Quatro quebradeiras de coco denunciam que foram vítimas de agressões verbais e de ofensas racistas no município de Viana.

As trabalhadoras rurais afirmam terem sofrido, no dia 20 de junho, ataques racistas do proprietário de uma área localizada no povoado Esperança, também no município de Viana, onde as mulheres costumam coletar coco babaçu.

As quatro quebradeiras de coco, que vivem no povoado Santa Maria dos Tejus, comunidade remanescente de quilombo, procuraram a polícia e foi aberto um inquérito para apurar o caso.

“Ele me xingou, me chamou de preta ladrona”, denuncia a quebradeira de coco Sandra Maria Sousa.

Integrantes do Movimento Interestadual das Quebradeiras de Coco Babaçu (MIQCB) também foram à delegacia prestar apoio e solidariedade às trabalhadoras rurais.

Deixe uma resposta