São Luís: Caos no Hospital da Criança expõe incompetência de Joel Nunes e Eduardo Braide

Nos últimos dias, a imprensa maranhense tem noticiado com certa frequência o caos vivido por pais de crianças ‘internadas’ no Hospital da Criança, em São Luís. A unidade, que tem funcionado praticamente no improviso, está em obras de ampliação desde a gestão Edivaldo Holanda Jr. (PSD), não foi concluída até então e tem rendido trágicos episódios na série de terror que se tornou a saúde da capital maranhense.

A situação, além de prejudicar a vida de crianças, expõe a falta de competência e responsabilidade por parte do prefeito de São Luís, Eduardo Braide, bem como de seu secretário municipal de Saúde, Joel Nunes, que é médico e conhece a realidade e necessidades dos hospitais.

Em entrevista recente ao programa Xeque-Mate, da rádio Mais FM, o ex-secretário Estadual de Saúde, Carlos Lula, fez uma grave denúncia de que a Gestão Eduardo Braide, em linhas gerais, recusou uma parceria com o Governo Flávio Dino, em janeiro deste ano, para a conclusão daquela unidade especializada em saúde pediátrica.

De acordo com Lula, existia um convênio entre governo e município, que terminou logo no fim do ano passado. O governo, por sua vez, propôs ao município de São Luís que terminaria a obra, que faltava cerca de 45 dias para ser concluída, e destinaria um espaço provisório para os pacientes. O município recusou e disse que concluiria a obra (há quase seis meses).

Nas redes sociais, pais de crianças internadas e que aguardam por leitos denunciam a falta de insumos e precariedade no atendimento. Além do atraso nas obras, o caos pode estar sendo alimentado pela má gestão do recurso público destinado à saúde ludovicense, de competência e responsabilidade do secretário Joel Nunes.

No entanto, esta não é a primeira vez que a má gestão do secretário prejudica pacientes. Em um passado recente, pacientes do Socorrão II, por exemplo, estavam sendo obrigados a conviver com a sujeira, insetos e ratos por falta de pagamento de funcionários da limpeza hospitalar. A situação caótica foi denunciada em rede nacional pela TV Globo, levando o município a tomar providências.

O secretário não tem sido ativo na resolução dos problemas da saúde pública de São Luís, o que talvez não seja a sua preocupação à frente da pasta. O prefeito, por sua vez, só resolveu mostrar trabalho quando cobrado publicamente pela imprensa em relação ao Hospital da Criança. Como sempre, foi às redes sociais mostrar uma São Luís maquiada, onde ninguém padece nas filas da saúde municipal e todo mundo sorri para a foto bonita, que vai pro feed no Instagram.

1 pensou em “São Luís: Caos no Hospital da Criança expõe incompetência de Joel Nunes e Eduardo Braide

Deixe uma resposta