Vergonha! MP constata precariedade em quase todas as escolas da zona rural de Carolina

Uma série de denúncias informando sobre a precariedade na estrutura de várias escolas da rede municipal de ensino do município de Carolina, levou o Ministério Público Estadual a realizar uma inspeção nas unidades de ensino.

Na vistoria, a instituição detectou que as escolas não oferecem o mínimo de condições necessárias para o aprendizado dos alunos, sendo desprovidas de higiene, conforto e estrutura para o funcionamento de escolas ou salas de aula para crianças e adolescentes.

No relatório fotográfico, foi verificado que as salas de aulas são incapazes de receber alunos, algumas quase com chão de terra batida, sem ventilação, com carteiras escolares e quadros negros danificados, sendo evidente a presença de insetos, não possuindo banheiro ou bebedouro adequados para uso dos alunos ou professores.

Diante da situação, o Ministério Público estabeleceu ao prefeito Dr. Erivelton (PL) e ao secretário de Educação que elaborem um plano de trabalho para reformas e construções de unidades escolares para a zona rural de Carolina, especificando o prazo de início e do final das obras de cada escola, que não deverá ultrapassar, de forma geral, o período máximo de 1 ano.

Deixe uma resposta