Suspeitos de fraude em benefícios do INSS são presos em Caxias e em Teresina

Na manhã desta terça-feira (10), uma ação da Polícia Federal, a Operação Tambaqui, resultou na prisão de sete pessoas ligadas a um esquema de fraude em benefícios previdenciários do INSS, tendo como alvo pessoas idosas inocentes, incluindo os nomes de muitas já falecidas. Os nomes dos suspeitos não foram divulgados.

Durante as buscas, a PF prendeu cinco pessoas em Caxias, no Maranhão, e outras duas em Teresina, no Piauí. Os policiais também realizaram uma ação de busca, que resultou na apreensão dos documentos utilizados no esquema. Duas pessoas tiveram suas contas bancárias bloqueadas.

De acordo com a PF, os suspeitos poderão responder por organização criminosa, estelionato marjorado (quando se obtêm vantagem ilícita prejudicando entidades públicas), uso de documento falso e falsidade ideológica.

Foram identificados 68 benefícios com ligação com a quadrilha, sendo 24 com nomes de pessoas já falecidas. A Justiça suspendeu 31 do total após comprovação da fraude. O prejuízo aos cofres públicos chegam à casa dos R$ 772 mil e poderiam ultrapassar os R$ 10 milhões no futuro caso não fosse descoberto, segundo a PF.

O nome tambaqui foi dado à operação porque era o termo utilizado pelos criminosos para se referirem aos benefícios de cada vítima.

Deixe uma resposta