Coquetel de anticorpos aplicados em Flávio Dino pode custar entre R$ 15 a R$ 25 mil por tratamento

O Governador Flávio Dino foi flagrado dando entrada no Hospital São Domingos na manhã de hoje (04). As informações já foram confirmadas pela assessoria de comunicação do Hospital e pela Secretaria de Saúde do Estado do Maranhão.

Informações obtidas pelo Blog do Werberth Saraiva dão conta que o governador seria submetido ao caríssimo tratamento com coquetel de anticorpos monoclonais da corporação Regeneron que ajuda os pacientes cujo sistema imunológico não reagem contra o vírus e reduz mortalidade em 20%.

Até agora, pesquisas haviam mostrado que, quando administrado no início do curso da doença, o coquetel evita a necessidade de hospitalização. No entanto, o maior desafio para seu uso continua sendo o custo, onde um único tratamento com Regn-CoV2 pode custar algo entre R$ 15 mil e R$ 25 mil.

Embora promissores, os monoclonais são caríssimos, sendo inacessível para a maior parte da população. É de se questionar porque o Governador Flávio Dino não escolheu se tratar em um dos hospitais públicos do estado em que prega serem de alta complexidade e que prestam um excelente serviço a todos os pacientes vítimas da Covid-19, no Estado do Maranhão.

 

7 pensou em “Coquetel de anticorpos aplicados em Flávio Dino pode custar entre R$ 15 a R$ 25 mil por tratamento

  1. É pq o povão pra esses políticos não vale nada, eles querem é q a gente morra mesmo e pronto. Aí não é dinheiro dele. É público. Pq ele não toma cloroquina, azitromicina e ivermectina o coquetel q ele distribuiu para os municípios no auge da pandemia.

    • O kit que o presidente defende até hoje? Caso vc não esteja lembrado, todos os Estados tiveram que disponibilizar no início da pandemia pq teu presidente exigiu. Depois, quando os Estados ganharam mais autonomia isso foi mudando. Ah, mas vc não quer atribuir essa culpa ao seu presidente, né?

  2. enquanto isso, ele comprou- e não recebeu , já que foi numa boca de fumo- respiradores para “salvar” vidas dos pacientes de COVID, matando assim umas 5mil pessoas, isso sim é ser genocida!

  3. Acerca do estado de saúde do desgovernador Dino:
    Em verdade, estou bem mais preocupado com a saúde dos maranhenses, estes sob iminentes riscos de contaminação por Covid 19 que representam Dino e seus secretários e bajuladores que estiveram em atos públicos nos últimos dias, e que não estão de quarentena e não fizeram exame/teste de Covid. Preocupado também com a omissão do Ministério Público em agir em defesa da da saúde da população.

Deixe uma resposta