Soldado Leonardo não está preso e afirma que lutar por direito não é crime

O soldado Leonardo Almeida voltou a se manifestar contra a perseguição que vem sofrendo de oficiais da Polícia Militar a mando do Governador Flávio Dino.

O policial diz ter consciência de que não cometeu nenhum crime militar e se for preciso vai até a última instância do poder judiciário para provar sua inocência.

“Me apresentei no QCG com meu advogado. Não fui preso. Tenho a consciência tranquila de que não cometi nenhum crime militar e apenas exerci estritamente meu direito constitucional de liberdade de expressão, o que está acima de qualquer norma infralegal. Eu vou até a última instância do poder judiciário para provar isso.” Disse o Leonardo Almeida

Deixe uma resposta