Prefeito de Porto Rico é denunciado por nepotismo

Uma investigação apura um possível caso de nepotismo cometido pelo prefeito de Porto Rico, Aldo Brown, na contratação da sua sobrinha Camila Pereira dos Reis, para exercer o cargo de nutricionista na Prefeitura do Municipal.

De acordo com informações, a investigação também vai apurar o possível recebimento de salários, sem a prestação de serviços por Nicolly Macário da Conceição, configurando caso de funcionário fantasma e ato de improbidade administrativa.

Aldo Brown vai responder por prática de nepotismo, nomeações de servidores sem qualificação exigida para o desempenho de cargo e que não exercem os serviços pelos quais são remunerados.

O gestor tem o prazo de 10 dias para exonerar Camila Pereira dos Reis, caso, de fato, a mesma possua parentesco com ele. No caso de Nicolly, deverá ser informado ao Ministério Público Estadual, se realmente existe vínculo com a Prefeitura, apresentando o cargo, lotação, carga horária e remuneração.

A nomeação de parentes para o exercício de cargos públicos em comissão ou de confiança ou, ainda, de função gratificada, constitui prática nociva à Administração Pública, denominada nepotismo.

Deixe uma resposta