Flávio Dino persegue PMs, mas passa a mão na cabeça dos “apadrinhados”

O governador do Maranhão, Flávio Dino, segue com as perseguições aos policiais militares que se opõem a sua forma de governo.

Esse ano alguns PMs foram exonerados, afastados e até ameaçados de serem presos, simplesmente por não concordarem com a forma pela qual a instituição vem sendo gerenciada.

Por outro lado, PMs que se aliaram ao governador estão sendo beneficiados e promovidos como forma de compensação por terem escolhido caminharem ao seu lado. Se enquadram nesse quesito os Majores Orlando Araújo Ferreira e Romulo Reis Junior, que são “apadrinhados” de Flávio Dino.

Na corporação o assunto é visto como uma injustiça e uma tremenda falta de respeito.

 

Deixe uma resposta