Prefeito de Afonso Cunha é suspeito de fraudar contrato de R$ 2,5 milhões

O prefeito de Afonso Cunha, Arquimedes Bacelar, é investigado após denúncia de possíveis irregularidades na contratação da empresa R. Benedito de Araújo-ME e vai responder a um inquérito por improbidade administrativa.

O Ministério Público tomou conhecimento do caso após notícia em um blog relatando sobre a possível contratação de empresa para o fornecimento de materiais de consumo, em plena pandemia, no valor de R$ 2.500.000,00, por meio no pregão presencial nº 008/2020.

Caso seja comprovada as irregularidades, Arquimedes e os envolvidos na licitação vão responder por responsabilidade civil ou criminal. O Procurador-Geral de Justiça e GAECO já estão ciente da denúncia.

Deixe uma resposta