Prefeito de Loreto é investigado por supostas irregularidades em contrato com o Laboratório Exame

O prefeito de Loreto, Germano Coelho, e o Secretário de Saúde são alvos de uma investigação que apura supostas irregularidades em um contrato para a realização de exames pelo Laboratório EXAME, que é de propriedade de servidor público municipal.

O Ministério Público também está apurando se houve descumprimento da carga horária semanal por parte do servidor, conforme foi relatado em denúncia. Para a instituição, o contratou causou danos aos cofres públicos do município de Loreto, por atingir diretamente os princípios da administração pública, notadamente os da legalidade (pelo descumprimento da carga horária legalmente prevista) e da moralidade por receber contraprestação integral por serviço somente parcialmente prestado, ato ímprobo.

Deixe uma resposta