Prefeito de Coelho Neto descumpre súmula do STF e vai responder por improbidade administrativa

Ao descumprir uma súmula do Supremo Tribunal Federal, o prefeito de Coelho Neto, Bruno Silva, vai responder por possível prática de Improbidade Administrativa pela contratação ilegal de servidores públicos, sem concurso e demais indícios de irregularidades que venham a surgir.

De acordo com informações, alguns secretários municipais de Coelho Neto devem ser investigados no inquérito. Foi solicitado à Procuradora-Geral do Município de Coelho Neto que informe, no prazo de cinco dias, se o Município possui interesse em celebrar o TAC já encaminhado pela procuradoria municipal para análise.

O Procurador-Geral de Justiça será notificado para que tome conhecimento e providências cabíveis.

 

Deixe uma resposta