MP investiga sumiço de quase R$ 2 milhões enviados à ex-gestão da Prefeitura de Bom Lugar para combater a pandemia

Após análise do Tribunal de Conta do Estado – TCE, a ex-gestão da Prefeitura de Bom Lugar, é alvo de uma investigação que apura o destino da quantia de R$ 6.322.223,40 (seis milhões, trezentos e vinte e dois mil, duzentos e vinte e três reais e quarenta centavos) recebida pelo município para o combate à pandemia de Covid-19.

De acordo com informações, constam no SACOP despesas no valor de R$ 4.934.995,80 (quatro milhões, novecentos e trinta e quatro mil, novecentos e noventa e cinco reais e oitenta centavos), o que representa apenas 78,06% do montante de verbas recebidas. E o Ministério Público quer saber onde estão os quase R$ 2 milhões que sumiram.

O Ministério Público solicitou à atual prefeita os dados de dotação orçamentária do município referentes às despesas, informando seu percentual de execução em relação às diversas rubricas orçamentárias, assim como solicitou que informe o valor da anotação de seus recursos financeiros dedicados à prevenção e combate ao novo coronavírus, especificando os valores do crédito suplementar, crédito extraordinário e especificando as ações adotadas com a referida previsão de recursos.

À Secretaria de Saúde, foi pedido que encaminhe o plano de contingência municipal, com o último relatório sobre a situação da pandemia no município, esclarecendo de forma sintética as ações adotadas pela pasta do ano de 2020 até a presente data.

2 pensou em “MP investiga sumiço de quase R$ 2 milhões enviados à ex-gestão da Prefeitura de Bom Lugar para combater a pandemia

Deixe uma resposta