Militar que agrediu servidor público em loja de conveniência é exonerado

O policial lotado no Centro Tático Aéreo (CTA), Eduardo Luz Soares foi exonerado da Polícia Militar do Maranhão sob acusação de ter atirado em um servidor público durante uma briga em São Luís, em setembro de 2018.

Imagens das câmeras de segurança registraram o momento da briga entre os dois dentro de uma loja de conveniência. Em seguida, o policial militar que aparenta estar embriagado, agride com um soco no rosto o servidor público, que cai no chão. A vítima consegue sair do estabelecimento e a briga entre ambos continua do lado de fora da loja.

As imagens ainda mostraram o momento em que o policial militar começa a briga novamente com o servidor público, efetuando vários disparos contra ele que foi atingido com dois tiros no pé.

Servidor Anderson Pereira relatou que nunca houve ofensa da parte dele contra o militar “Nunca tinha visto esse rapaz na minha vida”, disse a vítima

Deixe uma resposta