Enquanto o Governo fecha os olhos, PMs são executados por facções em São Luís

Após uma série de assassinatos de Policiais Militares, as facções criminosas da capital voltam a atormentar os moradores de São Luís. Na noite de ontem (20), a vítima foi o sargento da Mousaniel que foi executado próximo ao Terminal do São Cristóvão, ao ser surpreendido pelos assassinos em posto de combustível.

Para alguns policias militares, o Governo do Estado tem sido omisso em relação ao combate do crime organizado, o que tem facilitado e encorajado as caças aos policiais, onde as execuções são comemoradas pelas facções com festas e foguetes.

“Houve um tempo em que havia na PMMA um grupo chamado velado que dava resposta em casos como este. Mas o grupo perdeu força depois que o interesse em cargos prevaleceu mais do que a própria Segurança Pública. Atualmente o grupo existe, mas sem o mesmo poder de atuação. Mataram um Tenente Coronel e outros irmãos nossos e os bandidos têm consciência de que não vai acontecer nada. Tá sobrando burocracia e covardia. Tá faltando coragem e atitude.” desabafou o Tenente Coronel Brandão.

Outra situação que chama atenção dos policias é a falta de uma nota ou medidas anunciadas pelo Governo Flávio Dino. Diante da morte do Sargento Mousaniel, as viaturas ficaram paradas, sem atender ocorrências e o comando não autorizou uma operação em busca dos assassinos.

2 pensou em “Enquanto o Governo fecha os olhos, PMs são executados por facções em São Luís

  1. ISTO É O QUE ESTA PTRALHADA DOS TRES PODRES PODRERES APODRECIDOS QUEREM: ABOLIR A SEGURANÇA NACIONAL E SUBSTITUÍ-LA POR MILÍCIAS DE JAGUNÇOS, GUERRILHEIROS E BANDIDOS, PARA COMER MAIS UM PIXULECO.

  2. O Governador tem orgulho de receber premiação por tratar bem presidiário, que a Policia se lasque. O negócio é o bem estar das “VÍTIMAS DA SOCIEDADE”.

Deixe uma resposta